quinta-feira, 17 de julho de 2008

A COR INEXISTENTE EXISTE?

"DA COR À COR INEXISTENTE"
Israel Pedrosa, artista plástico e pesquisador, observando uma paisagem no Rio de Janeiro, percebeu que num barranco, havia um varal com lençóis brancos estendidos. Daí, veio um vendaval que balançava os alvos tecidos e ocorreu um fenômeno: ele visualizou uma cor violeta a qual "batizou" de COR INEXISTENTE. Escreveu um livro a respeito que deveria servir de base para todos os que tentassem se iniciar na ARTE DE PINTAR.
Estudo para cores número 1
Por: Vanuza
Obs.: Sabemos que as cores só afetam a nossa visão psicologicamente e que o espectro de cores vistas pelo olho humano é ínfimo diante do quadro de largo espectro existente. De qualquer forma, a descoberta de Israel Pedrosa sempre me intrigou: SERÁ QUE A COR INEXISTENTE, EXISTE?
Por muitos anos, fui "pintora autodidata"; sonhava com os quadros já prontos e tentava passá-los para a tela, mas só me aproximava dos sonhos, o que já considerava uma grande vitória. Estudei as principais "escolas de pintura" e caí de paixão pelos IMRESSIONISTAS, em particular, por Monet e o "louco holandês", Van Gogh, miserável até o fim, sem vender um quadro sequer e hoje, contradição das contradições, seus Girassóis são avaliados por milhões de dólares. Atualmente, só penso em fazer experimentações com as cores, todas que vejo e as que imagino...


UMA CURIOSIDADE: MONET era portador de uma doença na visão que o fazia enxergar o mundo com reflexos amarelos. Como a Escola Impressionista "libertou a luz", esse detalhe não se tornava um estorvo na sua arte, muito pelo contrário, pois o amarelo foi usado de forma total por todos os impressionistas, em especial pelo próprio Van Gogh. Resolvi acrescentar essa curiosidade após a leitura do comentário do meu amigo Daniel, ao falar de um amigo daltônico. E se fôssemos abordar a cegueira? Há cegos que vêem e há quem tenha olhos perfeitos, mas preferem a escuridão... Mas essa, já é uma outra história!

132 comentários:

Digo Sim disse...

Já ouvi falar, é um estudo muito profundo.Boa matéria!

Adriano disse...

O livro é de um conhecimento profundo sobre artes. Brilhante idéia.

Pipinha disse...

Olá querida Vanuza, passei por aqui e deixo a minha marquinha em forma de carinho.
Bom fim-de-semana com muito carinho, paz e alegria.
Beijinhos carinhosos e abraço meiguinho.

Paradoxos disse...

tenho nde ir com mais calma
um beijo deste seu amigo


Edu

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Ótima matéria, minha amiga! Não está mais zangada comigo, espero.
Também fiz uma postegem. Postei sobre um filme meio desconhecido, porém lindo.
Apareça quando puder:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
não há ponto depois de www
Um beijo,
Renata

JADY ALVES disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Vanuza, vc viu as imagens de Tristão e isolda, sobretudo a escultura em que eles estão mesclados à natureza? Estou traduzindo o libreto da ópera Tristan und Isolde de Wagner e tendando provar contra a corrente - já li 270 livros, pois haverá um dossiê com toda a tradição tristaniana - que eles já se amavam antes do filtro, o que é claramente explícito no romance de Gottfried de Strasburg, em que Wagner se baseou, na própria ópera, em que ambos se apaixonam por um olhar, e no filme do século XXI de Kevin Reynolds, em que o amor surje da atração, pois não teria cabimento falar de poção hj em dia. Mesmo nas outras narrativas o filtro tem validade de 3 anos, e eles continuam a se amar. Defendo que o amor deles era natural, telúrico mesmo, o que fica provado quando eles morrem, e as plantas se entrelaçam por debaixo da terra (aqui há uma variedade incrível de plantas). E quando achei aquela imagem, pensei: é isso!
Um beijo,
Renata
PS: Se eu não morrer, vai ser o último trabalho da minha vida, porque depois disso vou aposentar-me (já traduzi mais de 500 livros, Vanuza, em 13 anos, e desconheço quem o tenha feito, por isso esto estropiada!). Quero fechar a minha carreira com livros com chave de ouro.
Claro que tenho o cargo vitalício de Tradutora Juramentada.

Soraia Barbosa disse...

Que lindo isso!

Beijos

a casa da mariquinhas disse...

Oi, Vanuza
Não conheço o livro, mas imagino que seja bem interessante.
As cores dão vida à Natureza. Já imaginou tudo branco, ou pior, preto???
Li o post "100 anos de Guimarães Rosa". Muito bom, com muita informação, mesmo ao meu gosto.
Parabéns!
Beijinhos
Mariazita

Só Eu&Você disse...

Um deleite ficar por aqui, entre veredas de flores, gente que não se fala mais delas, mas são muito importantes para nós, brasileiros. Você, sem pretensões, ir dizendo a todos o que todos precisam ouvir e ver! E vamos curtir muito esse final de semana?

Espaço do João disse...

Que dote de pintora.
Eu gosto de pintura mas, só sei pintar as paredes de minha casa. Os girassois estão muito expressivos. Retribuo os desejos de um bom fim de semana. Este fim de semana vai ser passado com toda a família reunida o que adoro. No entanto tenho o relvado para cortar que dá também uma trabalheira. Bom fim de semane e um beijo do João.

Bandys disse...

Oi
Vim agradecer a visita e gostei muito do seu blog.
Beijos

Espaço do João disse...

Quanto às flores fazem um bom efeito neste teu blog. Se quiseres mais, podes colher á vontade. Assim sendo são mais divulgadas e, não ficam só para mim.

Espaço do João disse...

Não sou egoista.
uem dá aquilo que tem a mais não é obrigado. Sou daquelas pessoas que parece que não tem zangas com ninguém . amo os outros como gosto que me amem. se puder repartir a minha amizade por todos, terei o maior prazer. Beijinhos,amanhã para mim é novo dia de trabalho. Quemquisr pode vir até cá pois arranja-se qualquer coisa para petisco após a realização das tarefas. Por cájá são 23.30 horas .vou já direitinho para a caminha. Beijos joão

Espaço do João disse...

Há uns erros de ortografia no comentário anterior, mas o sono já está a tomar conta de mim.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Deu uma "caprichada" no post. Gostei, já havia gostado antes, mas vc sabe que sou cheia de salamaleques. Minha querida, vc pode pegar tudo o que quiser. Se quiser fazer uma matéria sobre Tristão e Isolda, tenho milhões de textos prontos. Apresentei um no meu Blog, mas todo mundo quer filme. A gente se fala amanhã. Acho que vc recebe o livro no dia de amanhã.
Beijos, querida,
Renata

Deg disse...

Oi Vanuza aqui estou: " sua colega de tarbalho", rs.
Abraços.

Sérgio Luyz Rocha disse...

Curioso, lembrei de um amigo, um dos melhores...ele "via" as notas musicais...que dirá cores inexistentes!!!

Bela reflexão (inspirador também)...

Bjs!!!

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Vanuza. Por que não? Afinal são tantas as cores e suas misturas...

Também gosto muito de Monet e Van Gogh de extrema suavidade e força, respectivamente.

Ótimo fim de semana para você.

E quero agradecer as suas belas palavras deixadas em meu blog pelo dia do meu niver. Super legal! Pena que pegou o fim da festa... :-(

Beijos mil! :-)

Espaço do João disse...

Pela parte que me toca, podes copiar à vontade.Também deixará um pequeno espaço com alguma beleza. Eu gosto do exotismo esta planta e de suas flores. É um arbusto e, está plantado mesmo em frente à janela do meu quarto. Muitas das vezes estou a observá-la bem como o vai e vem das abelhas. Curioso que logo em seguida, isto é depois da flor, continua o ramo a crescer.

maqira disse...

Querida Vanuza.
Que contente fiquei com teu comentário. Antes de mais devo dizer que o erro foi meu. Fiz um comentário à mencionada cor inexistente e, não sei como, aparecerem dois comentários iguais. Tanto fiz para resolver o problema que deu no que deu. Tinha-me "atrevido" a fazer um comentário à cor inexistente, e, provavelmente, era tão descabido que resolveu não seguir mesmo, até que desisti. Alías, esse até em é o meu sector. Quanto ao Alemão, adoro línguas, estudei os 4 anos regulamentares, já falava muito razoavelmentente. Estava pronta para entrar para o curso de Flologia Românica, como se dizia nesse tempo, quando o casamente falou mais alto. Não fui para a Faculdade, dei meia volta e fui para o meu novo lar. Não queria ficar sem estudar e decidi inscrever-me no Intituto Britânico. Fui até ao Proficiency C (último ano). Fiz a enorme asneira de por de lado o alemão. Esqueci quase tudo e decidi
recorrer a este estratagema para ensinar aos meus netos e, eu própria relembrar o esquecido.

maqira disse...

Querida Amiga,

Como o meu último comentário já ia bastante longo, e como desejava contar-te o acontecimente PINTURA que ocorreu na minha vida, volto aqui para isso. Tenho 3 flhos e 4 netos, todos a pintar divinalmente. Um dia perguntei aos meus botões? A quem sairão os meus filhos? Ao pai não é de certeza. Será que saiem a mim? Em conversa com o meu Filho mais velho, imediatamente ele me pôs uma tela e um livro de Monet na frente e me deixou um TPC (trabalho para casa)como se eu fosse menina de escola.
A medo comecei... e saíu mais ou menos o que me tinha sido marcado ( A Caminho de Chailly na Floresta de Fontainebleau)... depois (Os Choupos), depois (Medas de feno em Giverny , Pôr do Sol)...nunca mais parei. Estou ainda em período de aprendizagem, tenho ainda muito que aprender sem professor. E, não é que me acontece um milagre destes quando faço 70 anos. Acho que foi uma recompensa divina já que fiquei tão zangada por entrar nos 70?

Beijinhos

daniel disse...

Vanuza

Devido, talvez, às minhas áreas de trabalho, interesso-me muito pela côr, também sou interessado pela arte da pintura.
Fui amigo dum pintor, fazia uns quadros. Não precisava. Então vendia, ou oferecia a amigos, que mostravam apreço particular, por determinada obra.
Conversavamos, admirava a obra e o humanismo do meu amigo!... Um dia em conversa, creio que proposidamente, revelou-me que era daltónico:
Então, como vê as cores?
Não vejo, imagino-as!...
Deixou trabalhos em algumas mãos muito avalizadas!
Daniel

A VOZ DA FLORESTA disse...

Aqui sempre se aprende! Gosto dessa sua preocupação de passar conteúdos e detalhes culturais com uma visão diferente, um outro olhar.Bom domingo!

Rodrigo disse...

Você se supera a cada postagem!Dessa vez, a pintura em destaque, o que nos faz acreditar que você é amante de todas artes. Elogios sinceros à parte, observo que hoje, tornou-se comum separar obra e artista, o que pra mim é um grande engano. A obra de um artista está totalmente condicionada à sua vida, mesmo que não intencional. "Os corvos" de Van Gogh, por exemplo, acredito que é uma obra totalmente relacionada com o seu trágico fim. Van Gogh era um médium da arte.As cores fortes representavam seu profundo desejo pela vida em toda sua essência; formavam uma intensa alquimia de cores das quais decifrava seus secretos códigos morais.Já deserdado pelo destino, desejou a morte, não por rejeitar a vida, mas por não aceitá-la como a via em seu Tempo.
Um abraço, aguardo o próximo post.

JORGE CÈSAR disse...

Texto e fotos belíssimas. Apreciei a idéia central do texto: a cor que não se vê, não existe, mas está no interior de todos nós!Boa noite!

SAM disse...

Bonita explanação, Vanuza! Sabe, tenho um quadro lindo - Lírios - presente de uma amiga cega..ou bem próximo disso...


Grande beijo e ótimo domingo!

gigi disse...

Nas viagens que faço, visito museus e galerias, sendo que admiro bastante o Impressionismo. Você conseguiu uma síntese perfeita entre arte e ciência.

clean disse...

Uma obra com várias vertentes, todas válidas e esteticamente invulgares.Um trabalho de cores de quem sabe o que faz!

Guilherme disse...

Foi uma grande descoberta para as artes e, isso, reflete para o mundo a riqueza que a arte possui.

Estela disse...

A Doutora e Psicanalista, Nise da Silveira que curava seus pacientes esquizofrênicos com a Arte também conhecia "essa cor" que para ela se chamava Amor ao ser humano...

Pipinha disse...

Boa tarde querida amiga, vim desejar-te um óptimo Domingo e um Dia da Amizade muito feliz!

"A amizade faz-nos sentir como se estivéssemos constantemente num lindo jardim...
Desejo que os ventos soprem o aroma das flores, para levar até ti o meu carinho com perfume de Amizade!"

Obrigada por existires no lindo jardim da minha vida!
A tua amizade é importante para mim!
Beijinhos carinhosos e abraço apertadinho

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Não está tudo bem não, Vanuza. Esse anônimo resolveu pegar no meu pé e, como estou muito fraca, não estou agüentando, estou num estado de nervos que só eu sei. Vc acha que esse libelo vai afastá-lo? Dia da amizade, comemoramos sim, eu, vc, Pipinha e todo mundo que me vem visitar, me dar mimos, enfim, me ajudar.
Um beijo,

São disse...

Não sabia dessa característica de Monet!
Quanto ao branco é , segundo julgo saber, o somatório das luzes do arco-íris.
Boa semana.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

E vc acredita que o dito ou a dita cujo/a teve a coragem de pôr lá a sua mensagem nos meus três últimos posts? Apaguei e fiquei na minha. Quem sabe se dê por satisfeito e não me encha o saco. Mas quando cheguei ontem à noite, a mensagem já estava neste post e não sei quantas pessoas leram porque só tive um comentário. O que achei estranho foi esse "Outono" aparecer do nada, pois o e-mail maldoso da Maria falava que não era ela que punha as mensagens, mas um pedra no sapato. Fui escrever ao Outono e vi que está em férias. Agradeci e perguntei, gentilmente, o seu nome, porque já me haviam mandado mensagem semelhante esta semana, um tal de António, português como o Outono. Leia o comentário dele e preste atenção quando ele fala das minhas forças e depois me diga algo, por favor, amiga.
Bj,

Fénix disse...

Existem tantas coisas que não conseguimos ver...

intimidades disse...

como em tudo, o nosso mundo e fruto da nossa percepcao dele, o que eu acho magnifico porque ninguem ve o mundo da mesma maneira

Jokas

Paula

rendadebilros disse...

Obrigada pela visita. Ao retribuir fiquei muito mais enriquecida por ver com seus olhos as cores e as curiosidades...
Volte sempre. Beijos.

o¤° SORRISO °¤o disse...

Oi Vanuza.

FELIZ DIA DO AMIGO!
"Muitas pessoas irão entrar e sair da sua vida
mas somente verdadeiros amigos deixarão pegadas no seu coração." -- Fabiano Lustosa


Aqui tem o link de um mimo para você por este dia tão especial:

MIMO

Beijos mil! :-)

O Trovador disse...

Se eu pudesse, juntaria todas essas cores, apenas para colocá-las aos pés do meu único amor!

JADY ALVES disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cadinho RoCo disse...

Entendo existir sim a cor inexistente que pode ser qualquer uma, mas inexistente em determinado contexto, de forma aparente. Se considerar que o branco é a união de todas as cores, nele todas as cores serão, na aparência, inexistentes, muito existam no que compõe o branco. Sendo assim, não é que a cor inexistente não exista. Ela existe, mas numa outra textura.
Cadinho RoCo

Francine Esqueda disse...

Olá, Ainda estou maravilhada com as coisas que ainda não tinha visto por aqui! Este espaço será muito util nos meus proximos semestres... De coração: Gosto muito da sua casa!!!
Um grande abraço e boa semana!

Paula disse...

"Há cegos que vêem e há quem tenha olhos perfeitos, mas preferem a escuridão..."

E é bem verdade!

Gostei do blog.
Abraço

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Oi, amiga,
foi uma confusão aqui, minhamãe chegou correndo, e disse que o aparelho não funcionava mais. Agora, tenhod e ficar de plantão ao telefone. Também não faço nada mesmo.
Vc não disse que ia pegar a imagem do Tristão e Isolda? Pode pegar tudo o que quiser.
Um beijo,

ÁRVORES DO SIMAO disse...

Olá, caríssima Vanuza! É bom, faz muito bem de vez em quanto sermos tanto abstratos aos nossos pensamentos às coisas do mundo, pois somente assim percebemos o quanto as coisas são meramente brevidades. O mundo é perene, as coisas são perenes, os olhos não identificam as cores sem a luz, porque de fato a cor não existe, as cores são apenas atributos, adjetivos fantásticos da imaginação ao teu, ao meu e aos olhos de outrem. Mesmo assim, eu te garanto: ninguém melhor para distinguir as cores, as nuances, os tons maravilhosos que há na vida, senão o artista plástico e as palavras coloridas da tua poesia que distingue a vez da beleza.

abraço, simao

a casa da mariquinhas disse...

Oi Vanuza
Hoje venho fazer um convite:
Se tiver um tempinho, e quiser, vá lá na minha "casa" ver um comentário que uma amiga minha colocou ao post "A pequena alma e o sol".
Penso que vai gostar de ler, apesar de ser bastantte grande.
É o último, assinado por Canduxa, foi escrito hoje.
Um grande beijinho
Mariazita

Thelma disse...

Todos fomos formados na escuridão do útero, mas a luz da vida nos trouxe todas as cores.

Prof. Fernando disse...

Aldous Huxley chegou a fazer todo um estudo das cores de Van Gogh e ficou boquiaberto com tamanha genialidade...

Beautiful Stranger disse...

lindo 'post'; acredito que essas 'cores' existem sim; excessivamente sonhador, talvez...

;)
http://strangerbeautiful.blogspot.com/

Ritinha de Cássia disse...

A beleza, o senso de estética está em tudo, o homem , na sua ganância torna tudo deletério.

CARIOCA disse...

Não tô dizendo? Essa cor só poderia existir na cidade das cores mais expressivas do mundo, vão me deculpar, tá?

Entre o Fascínio e o Pensamento disse...

Nossa, como pude aprender sobre as cores!! ^^
As suas cores...
Você é maravilhosa!!
Um BeijO!

Dry Neres

Josué Caldeira disse...

A realidade é algo mais complexo e bonito do que imaginamos. Essa foi a descoberta de Israel Pedrosa e de muitos. Texto muito bom.

Max disse...

Muita luz, vida, movimento e som.É assim que vejo as cores, mesmo as que não existem.

Gilmar disse...

Max tem razão:cor é vida, cor é amor!

Sr do Vale disse...

Ouvi o som inexistênte:

Sobre a grama
Um violão
Uma leve brisa soprava serpenteando nas cordas

Um som
Angelical
Nunca antes ouvido,
harmônicos, maravilhosos, tocado pelo vento.

Coisas Minhas disse...

Meu trabalho artesanal é simples, mas uso as cores combinando entre si. Agora percebo o quanto isso é importante!

Rafael Perales disse...

Os artistas verdadeiros, produzem para mudar o mundo, a exemplo de Picasso, que protestou contra o Franquismo com GUERNICA.

Leninha disse...

Meus sonhos também são sempre coloridos, vou tentar pintá-los como você fez.

Marquinho da barra disse...

Embora a vida ande cinzenta e até negra, não deixemos de abrir os olhos da mente para suas mais sublimes cores!

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Amiga, bom dia! Fiz nova postagem. É sobre um filme que todo mundo já deve ter visto, mas acho que é a minha melhor resenha.
Apareça aqui:
wwwrenatacordeiro.blogspot.com
não há ponto depois de www
Um beijo,
Renata

Gisele disse...

É um luxo passar por aqui! Seu blog não tem pirotecnia, nem artíficios, mas tem CULTURA e, para mim, isso basta. Um abraço!

Divinius disse...

SERÁ QUE A COR INEXISTENTE, EXISTE?

Na imaginação de quem a pensa...Existe de certeza...
Sorriso:)

Victor disse...

O Criador, essa é a nossa Cor e existente, eu acredito! Gostei daqui, minha musa, Vanuza...

Francine Esqueda disse...

Olá?!!! Estou passando por aqui de teimosa! Ontem passei por uma pequena cirurgia e deveria repousar total! Mas, não resisti:
Vim dizer um "oi" e dar uma bisbilhotadinha no seu passado... Vi coisas incriveis!
Beijos e mais beijos...

Tony disse...

Está na Gênesis:Luz e Trevas se misturavam. Será que se separaram mesmo?

JADY*ALVES disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
quinquilharias disse...

Juntando botões coloridos, brinquedos e miniaturas, as cores se misturam e já senti essa mesma sensação de cor diferente, que não explico. Existe!

Eduardo P.L. disse...

Vanusa,

muito interessante este seu post.
Obrigado pela visita, e volte sempre.

Bjs

Aline, a pintora disse...

Vejam esses girassóis, como o amarelo salta e nos atrai! É uma magia inexplicável. É a vitória da luz que só o impressionismo foi capaz de nos trazer!

Américo Duarte disse...

Acredito mesmo nas cores das emoções: roxo de inveja, vermelho de ódio, amarelo de vergonha, por aí...

Apenas nós disse...

Assim como temos uma música para lembrar, também temos uma cor, uma cor só nossa que pode não existir para mais ninguém!

Marcel disse...

Interessante o seu estudo, espero que continue. O abstrato me atrai.

TANTA POESIA disse...

Muito sério esse tema, mas os artistas com talento e intuição chegam lá...

TANTA POESIA disse...

Tava aqui pensando...Já pensaram se Monet tivesse a visão normal? Pintaria assim? Ele não tem definição.

Júlio, artista popular disse...

Conheço tantos artistas populares, muitos talentosos, mas sem a enturmação, aí, fica difícil. Infelizmente, a arte tem dessas coisas, poucos se destacam. Se são bons, ótimo! Pior, são os medíocres, apadrinhados, isso é triste e empobrece a própria arte.

Simone disse...

Tenho amigos artistas plásticos que batalham muito, não é fácil!

Alex disse...

Foi Isaac Newton o primeiro a estudar o prisma das cores, um matemático, quem diria?

A. João Soares disse...

Cara Vanuza,
Agradeço a visita e o comentário.
Não ou um expert de arte, mas deixo-me guiar pelo gosto do que é belo. Se há a cor invisível, também há a que sendo visível não é cor, o preto que é a ausência de cores. A Natureza é muito complexa, bela e interessante. Os nossos olhos movidos por um psíquico cheio de sensibilidades variadas, dá-nos da Natureza e das obras de arte as sensações que se adequam com os nossos gostos ou aversões.
A biografia de Van Gog sensibilizou-me muito e o êxito póstumo da sua obra é uma lição muito interessante quanto à valoração do resultado da arte de cada artista.

Deixo aqui cumprimentos às comentadoras Mariazita(A casa da Mariquinhas) e Maquira por quem tenho muita consideração.

Abraço
A. João Soares

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Amiga, vá ver meu post agora. Está bem diferente. Pus um trecho da cena do balcão, pintura, escultura, balé e fime de Romeu e Julieta. Vc vai gostar.
Um beijo,
Renata

André Ferrari disse...

O mundo dos gatos é cinza, o dos insetos é multifacetado e nós, só nós, podemos ver essas cores, mesmo que não sejam todas, mas são maravilhosas.

Ana Amélia, profa. de Artes disse...

Como disse um dos senhores aqui: a vida de Vincent Van Gogh é uma lição para todos nós, embora ele não fosse um ambicioso, foi coerente com a sua arte.Não se fazem mais homens e artistas como ele!

Albert disse...

Está provado, a Ciência não está apartada da Arte, só os muito míopes não vêem isso.Seu blog é uma aula de bom gosto e cultura geral.Meus cumprimentos!

Carlo Rochas disse...

Mesmo não sendo merecidos, agradeço os seus amáveis reparos, espero mais tarde poder retribuir tal simpatia. Interessante o reparo sobre Monet, como nenhum de nós se pode considerar “perfeito” , muitos pintores e não só, utilizaram assim pormenores que denominamos de deficiências, para sublinhar a sua arte. Deve com certeza conhecer o caso de Baudelaire.

Um abraço.

P.S.: Logo que tiver mais disponibilidade passarei com mais calma.

Celina Maria disse...

As palavras são pobres, não dizem tudo, só os sentimentos.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Romeu e Julieta dos anos 70 é do Zeffirelli. Tenho também dois bem antigos preto e branco, mas aind anão os vi. Um deles está até com legendas baseada na peça, que é em versos, ous eja, as legendas são em versos. Acho que tenho todos.
Então vc gostou dos balõezinhos? A Olhos de Mel me convidou para uma festinha no Blog dela e perguntei se podia pegar algumas coisas e ela me disse para pegar o que quisesse, então peguei.
Um beijo,

Delírios e paixões disse...

Essas cores
Luzes
Me deixam assim: Delirante

Celso Martinez disse...

Primeira vez por aqui, indicação de um amigo. Gente, que luxo! A internet deveria agradecer à gente que só eleva o nível desse clã virtual que vou te contar, hein?!!!

Cristiano Andrade Web Designer disse...

Ola sou amigo da sonia pantaleão
seu blog é muito lindo
achei super interessante
estou terminando o blog do fausto
100% eu sou web designer
e achei seu blog muito legal
depois me add no orkut
pra trocarmos informações
um abração fui....

Luisinho disse...

"Aquela outra história..." É ela que interessa. É ela que nos abre os olhos para a cegueira da alma humana...

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Parabéns pela pesquisa, olha fiquei aqui um tempão e amei.Aliás adoro Monet.
Realmente uma bela pesquisa!
Apareça no meu blog, se tiver tempo, é claro.
um grande abraço e novamente parabéns.

Tahia disse...

De certa forma me ligo às Artes Plásticas, pois sou bailarina e convivo com cenários bem cuidados e dentro do contexto da obra. Por vezes, no êxtase da dança, sinto-me em plena floresta ou em feudos com castelos...E a cor faz parte disso tudo!

Silvinho disse...

Um livro que é um marco e foi uma febre na época do seu lançamento.Monet é deslumbrante, doente, ou não!

Haroldo Mello disse...

Uma busca pela net pode nos dar uma boa noção, mas viver aquela época de frenesi e luta deve ter sido uma experiência única.

Evelyn disse...

Blogs que rendem um intercâmbio de idéias como esse, são raridades, fenômenos. Belas cores, Vanuza!

Eiji disse...

Não nos esqueçamos das origens orientais do Impressionismo, principalmente, as japonesas...

Afonso disse...

Tudo isso, nos leva à conclusão de que há mentes que pensam grande nesse país, que PENSAM O PAÍS, inclusive, socialmente!

Ruth Menezes disse...

Visitei a Galeria de Artes no Rio e fiquei pasma! Até Portinari estava lá, saí impressionada.

tudo verdinho disse...

Evidentemente, tudo tem que ser Verde. Falando sério, como um ecologista, tenho o prazer e o dever de conhecer, além da beleza, as razões delas existirem na natureza. Por ex., os pigmentos claros em certas folhas denotam a existência de amido na planta e assim vai...Enfim, a cor inexistente é aquela que nos aproxima da biosfera da terra, planeta mais lindo, não há!

O TURISTA disse...

Quem percorrer as terras desses brasis e outras também, porque não há fronteiras no mundo, quem as cria são os homens, há de conhecer as cores mais incríveis.Tudo é um questão de estado de espírito!

Crisfonseca disse...

Fantástica esta postagem, parabéns.
Postei o desenho do Cairo, apareça quando puder.
Beijão,
Cris

Swami disse...

Aos poucos, "step by step" vai-se criando crediblidade, mas sem deixar que a vaidade tome conta de ti.Isso é Sabedoria!

Cecília Maia disse...

Vou imprimir seu blog, Vanuza, com os comentários, evidente.Você trouxe uma lufada de ar puro para nós!

maqira disse...

Querida Vanuza,

Já sei quem falou de mim. Foi um amigo especial, cabeça inteligente, um Homem com H grande: A.João Soares a quem também muito considero pela simpatia com que sempre me acarinhou.

Querido João receba um abraço meu.

Para Vanuza beijinhos

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Bom dia, Vanuza:
Vc não acreditou no que escrevi no último e-mail, não é? Pois saiba que é a mais pura verdade. Basta ir lá e conferir. E eu detesto quando vc não acredita e me manda dormir. Não acredite e pronto. A cama é por minha conta. Hj acordei péssima e melancólica. TPM.
Beijo,

PS: Contei-lhe porque a considero amiga e não para fazer fofocar ou semear a cizânia.

O Profeta disse...

Já me compliscaste a vida...sou professor de artes, pensava que conhecia todas as cores...


Doce beijo

APO (Bem-Trapilho) disse...

muito interessante Vanuza!
Pais é, querida, não sei o que se passou. normalmente os link para os comentários no meu blog está bem visível. mas se voltar a acontecer usa o tal truque. ;) e obrigada pelas simpáticas palavras. volta sempre! :)
bjinhos de Portugal

Cassiane Schmidt disse...

Mas que encantador blogue! Parabéns pelo espaço cultural disponibilizado!

Abraços e sucesso!

Zeca disse...

Uma boa charada foi proposta, quem acertará? "Decifra-me, ou te devoro!"

JADY*ALVES disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernando Rozano disse...

Monet...esse olhar e esse caminho percorro, deixo-me levar, entranha-se e em mim permanece. aqui, lugar sensível, vivo e para viver. meu abraço e obrigado pela visita e generoso comentário.

Corine disse...

Me perder por essas cores, sem nada explicar...viver!

Rubinho Viegas disse...

As artes são linguagens Divinas, apenas captamos suas sombras, Platão já nos explica no mito da caverna.Bom debate!

Espaço do João disse...

Eu bem sei que são glutões.
Quando semeei os girassois foi mesmo com essa intenção. Eu adoro colocar-me em esconderijos e fotografá-los bem como outras espécies que aparecem por cá. Enquanto comem as sementes não atacam as minhas uvas que dão muito mais trabalho. Se reparares nessa postagem e, a ampliares verificarás que está um a repimpar-se com o belo petisco.

Pipinha disse...

Olá querida Vanuza, obrigada pelo miminho que me deixaste. Também gosto muito de ti. És muito querida e tens sempre palavras tão amáveis. Obrigada pela tua presença!
Bom final de semana com muito carinho, paz e alegria no teu coração lindo.
Beijinhos carinhosos e abracinho meiguinho.

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Quanta gente vive uma vida cinzenta e transforma a dos outros em vidas amorfas e sem cor! Tão comum é a miséria da alma humana que quando vemos a cor vileta e bela de um simples lençol nos sentimos felizes...

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Daí, tento distribuir as cores da minha simples sensibilidade com todos aqueles que a desejam e, lógico, absorvo também o bem que me fazem...Daí, sou grata a Deus. SEM A SUA LUZ, NADA SOMOS!!!

Francine Esqueda disse...

Passo para desejar um fim de semana maravilhoso e retribuir as "melhoras"... Estou quase pronta para voltar com toda força e alegria... Você fez meu mundinho muito mais colorido!!!
Beijos no coração!!!
Francine

Ciro disse...

Com insônia e percorrendo sites, blogs, o escambau. Tudo, ou muito certinho, ou pornô, nada que me agradasse. Paro nessa Vanuza aqui e leio, penso, gosto, concordo, discordo e vejo uma luz no fim do túnel. Ainda há vida inteligente na net!

Francine Esqueda disse...

Vanuza, Tbm estou te linkando...
O que te faz triste???
Não fiques triste!
Com certeza é uma fase que com um pouquinho só de pensamento positivo e paciencia passará!
Leia minhas terapias...
Marcador: DIA DE TERAPIA!
VAI VER QUE TODOS SOMOS IGUAIS!
CONTE COMIGO!

clean disse...

Isso aqui está crescendo cada vez mais em qualidade e um Selo de Ouro é um prêmio mais que merecido.Fico satisfeito com a vitória da inteligência.

Sinfonia Imortal disse...

Mas onde vim parar? Já tenho que pensar em evoluir mais no meu blog. Estou estimulado.Um final de semana colorido e musical!

Cultura Malcriada - disse...

Olá Vanuza!

Resolvi dar uma passada no seu blog para retribuir a visita e eis que encontro essa postagem tão legal!!

O assunto me deixa muito a vontade pra falar dele. Os impressionistas foram revolucionários porque eles mudaram a forma de pintar e sobretudo porque utilizaram a ferramenta das "cores análogas", que é o que Van Gogh fez no seus Girassóis Amarelos. Nas cores análogas, algumas cores contrastam melhores com outras, como é o caso do roxo com o amarelo e do azul com o laranja. Com os girassóis ele fez a mudança de tons utilizando a mistura com o roxo...por isso, não sei se Van Gogh tinha realmente algum problema de visão.

Na época muitos pintores famosos tinham realmente problemas como o caso do Monet, que você citou muito bem, de Edgard Degas que teve glaucoma, e de Camille Pisarro que era daltônico. Me perdoe por essa "quase aula" sem necessidade, mas não pude me conter (rs)

E parabéns! Muito legal mesmo. Até mais!

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Muito bonito o seu selo. Escuta, vc não está em condições de fazer um novo post? EStá carecendo.
Um beijo,

Carlo Rochas disse...

Pensava ter mais tempo para escrever aqui, vou começar, logo que tiver que ma ausentar, deixarei para mais tarde a nossa correspondência. Como talvez tenha reparado , três dos meus blogs estão disponíveis e abertos, os restantes estão ligados a temas de trabalho que utilizo, para não me perder. Apesar de muito apreciar a Melancolia, em si, os melancólicos são em muito menor numero do que é costume se dizerem. Hoje a palavra melancolia é tão comum como um estado depressivo ou um “mal estar”, o que é absurdo , visto ser a melancolia uma das fases mais agudas da depressão. Diria que os melancólicos estão todos internados, se não é o caso, deveriam. Podemos como o escrevia Baudelaire sofrer de um “spleen” passageiro ou de algo mais. Como fiquei de lhe falar sobre do que sofria Baudelaire, a sinestesia, confusão entre as cores e por vezes as letras ou os algarismos, há poucos casos registados, por vezes a pessoa que sofre de sinestesia nem repara na sua vida de que sofre de uma ligeira distorção da visão que lhe parece normal e nada tem a ver com a sinestesia que muitas vezes é o produto de um acidente cardiovascular ou um traumatismo craniano frontal ( serve ter passado (perdido) três anos na faculdade de medicina ( Paris Ouest faculte René Descsartes, ligada ao Hospital universitário de Garches). A sinestesia faz, com que ao deambular por uma folha a pessoa assimile ao que esta a ler uma cor, ou seja a zona frontal entre os dois hemisféricos, criou uma ligação que activa ambos os sistemas que regulam a definição da letra e numero, ou seja o raciocínio figurativo selectivo com a cor. Assim, por vezes o que é na maior dos casos uma deficiência, alguns a transfiguram numa regalia, conseguindo contar sem precisar de ler os números ou ler sem precisar de distinguir as letras. No caso de Baudelaire, lendo uma parte dos seus poemas, o que denominamos “imagens” ou formas literárias são apenas sinestesias, que de forma errada atribuímos como uma forma literária. Como sempre tudo tem uma explicação racional. Somos nós os únicos irracionais. Quanto à cor inexistente… diga-me qual é a cor da agua.

Beijo.

Carlo Rochas disse...

Logo que puder passarei com mais calma... desculpe pela incongruência do meu português

intimidades disse...

adorava ser capaz de criar como eles

Jokas

Paula

Herbert disse...

Quanto custa a obra de um Van Gogh? Não tem preço. Por isso, ele não vendeu nenhuma enquanto esteve por aqui.

Giovanna disse...

A cor do sonho existe? Ninguém nunca me explicou.

Espaço Mensaleiro disse...

Querida, tenha um ótimo fim de semana.

Eliana Alves

blog do dudu santos disse...

Li o livro muito tempo atrás, muito bom, aliás tudo que fez sempre gostei muito. Arte é um conceito difícil, existe arte boa e arte ruim (como vinhos), e o que é bom , mesmo que não seja da familia espiritual que nos toca "é bom", não me indentifico muito com pintura acadêmica, mais sei destinguir uma obra boa dentro deste espirito, mesmo não gostando do estilo. Bom! arte é sempre instigante..ficariamos anos conversando.....bjos e parabéns