sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Será que virei Alice?


Ando numa fase que só quero coisa simples, escrever para criança, sendo que assim, escrevo para mim mesma. Por isso, um dia vou te contar a história do coelhinho dentuço e saltitante. Ah, esse bichinho fica me seguindo aonde eu vá, será que virei Alice?
Viro-me, e lá está ele cravando os dentinhos na suculenta cenoura, olho para o outro lado e o danadinho já está rodopiando numa moita de capim, metendo o focinho na toca.
E fica me seguindo, me seguindo...
Que sinais me envias? Queres que eu te siga? Mas para onde podes me levar?
Espera, espera que eu irei!

25 comentários:

Daniel Costa disse...

Querida amiga Vanuza

Anoto mais esta tua habilidade para a escrita infantil. Escrever simples, não quer dizer menos dificuldade. Terá mais a ver com talento. Olha eu gostei, dizem a pessoa ser criança duas vezes e se for?
Beijos

cirandeira disse...

Estarás querendo viajar através dos espelhos, quem sabe?

Faz um tempo que não ouvia o Vital Farias, esse paraibano maravilhoso! Ainda guardo três discos de vinil dele, esse excelente poeta.

Um beijo grande, e um bom final de semana!

Guaraciaba Perides disse...

O mundo de Alice com seus conflitos é sempre uma aventura do crescer por fora e por dentro...e o coelho não é tão inocente pois ele nos seduz pela vida a fora.
Um abraço
obs. a música é deliciosa...também

Ana Tapadas disse...

Descobri a Vanuza, encontrei um encanto!
bj

Kátia De Carli disse...

Estou a ler, do Cordão Encantado ao Coelho de Alice... como é gostoso passear por aqui e como a vida nem sempre permite que façamos as coisas que gostamos. O tempo parece voar, o coração ficando mais apertado, as dores aumentando. Acho que é idade, ou seria Vai... idade? Não sei, mas voltarei, e seguirei o coelho contigo, Alice amiga!
Ainda mais com Vital Farias!!! Isso é covardia! Trago guardado na caixa de relíquias um vinil dele que não tenho onde tocar, mas que segue tocando no meu coração. beijo grande e Luz no seu caminho

ReltiH disse...

ERES MUY CREATIVA.
ABRAZOS

Rodrigo disse...

Coelhinhos encantados nos levam a lugares mágicos da nossa imaginação.

Grande Beijo!
Rodrigo

Vanuza Pantaleão disse...

Obrigada, Rodrigo!
Sem imaginação que graça tem a vida?

Marina Fligueira disse...

¡Hola, Vanuza!!!

Me gusta mucho este dulce relato del simpático conejito que te persigue; Uyyy!!! haber que clase de conejo será ese... Bueno cada cual lo interprete como quiera.
Ha sido un placer.
Gracias por tu buen hacer, y por tu huella en mi poema, en el barco que capitanea, J-R Viviani.

Un abrazo y se muy muy feliz.

O Árabe disse...

Belo texto, Vanuza! Muito bom, conhecer esse seu lado Alice! Boa semana, amiga; fique bem.

Benno disse...

Que bom ler essas coisas bonitas e simples.
Eu estava curtindo as canções do Gonzaguinha esse fim de semana, tentando esquecer o mooonnnnte de bobagens que andaram dizendo por ai nos ultimos dias -aliás, não gosto quando fazem do meu ouvido penico..rs.
Tem uma lindérrima que ele diz assim:
Ontem um menino que brincava me falou
que hoje é semente do amanhã...

Para não ter medo que este tempo vai passar...
Não se desespere não, nem pare de sonhar

Nunca se entregue, nasça sempre com as manhãs...
Deixe a luz do sol brilhar no céu do seu olhar!
Fé na vida Fé no homem, fé no que virá!

nós podemos tudo,
Nós podemos mais
Vamos lá fazer o que será

Só um menino como o Ganzaguinha podia dizer tão sábias palavras!
Quisera eu poder dizer essas coisas tão simples, tão verdadeiras e descobrir o segredo da felicidade!
Beijos

Sherazade disse...

Amada amiga; que lindo post! Lindo coelhinho! Sou até hoje, apaixonada pela história da Alice. Mas a verdadeira mesmo. Cheia de encantos, musicas lindas e etc.. não aquela adaptação que fizeram pra o cinema.
Acho que também fiquei presa a minha infância, que por sinal foi maravilhosa. Morava no interior e aproveitei os encantos da roça, das histórias infantis, da união e respeito da família...
Belo post, viu? E quero depois saber da história do coelhinho... Beijos

O Sibarita disse...

Ei moça! kkkkk Então escreveu para lá eu, foi? Sou uma criança e não entendo nada, viu? kkkkkk

O mundo é lúdico, oi que bom! kkk

Claro que essa vontade sua de escrever para criança é muito bom e nos mostra a criança que está encrustada dentro de você!

Mil é pouco! kkkk

O Sibarita

Olhos de mel disse...

Amiga querida, está tudo bem com você? Deus permita que sim.
Andei por aqui, relendo seu lindo post! A literatura infantil é encantadora, porque nos leva nas asas da imaginação...
Amiga não vi meu comentário anterior nesse post. Não sei se de fato cliquei em publicar. As vezes acontece. kkkk
Boa semana, querida!
Beijos nossos pra você.

Graça Pereira disse...

Minha Querida

Há quanto tempo?!! Não, não te esqueci, estive apenas a ultimar o meu livro FEITIÇOS que será lançado no próximo dia 29 de Novembro! Sonho realizado! Se vai ter sucesso...não sei! Sei, isso sim que tinha de o escrever! PRONTO, respiro.
Adorei a tua história do simpático coelho saltitante...Sabes que também estou nessa onde de escrever histórias infantis?? Porque será? Devemos estar desiludidas com o mundo adulto...é isso! Começo a acreditar que há muita gente que deseja veemente que este mundo se afunde...
Vou ler o que escreveste para trás.
Estamos em vésperas de São Martinho..Comes castanhas e bebes um vinho, comigo??
Mil beijocas e mil perdões.
Graça

Zilani Célia disse...

OI VANUZA!
QUEM SABE COMO ALICE SERIAS LEVADA A UM MUNDO MÁGICO?
PORQUÊ NÃO?
BASTARIA MANTERES OS PÉS NO CHÃO.
LINDO AMIGA, NOS LEVASTE A ESSE MUNDO ENCANTADO COM TEU SINGELO TEXTO.
ABRÇS

http://zilanicelia.blogspot.com.br/

O Sibarita disse...

Ei moça do Obaluaê! kkkkkkkkkkkk

Não sei se vc é Alice, mas, que seu texto é uma maravilha isso lá é! kkkkkkkk

Que doçura de texto né não?

O Sibarita

Ani Braga disse...

Oi Vanuza querida

As vezes temos que prestar mais atenção as coisas a nossa volta seguir nossa intuição e se pra isso for preciso correr atrás de coelhos, que seja, não é mesmo amiga?

Beijos
Ani

Obs. Adorei a música.

Graça Pereira disse...

Minha Querida
Não estou a entender...Deixei comentários em todas as suas postagens (meu modo de me redimir) e agora venho aqui e não vejo nada...Parece que passou um vento forte e varreu tudo...Não sei o que se passa... Fiquei triste.
Mil beijos
Graça

vendedor de ilusão disse...

Olá, minha cara amiga, boa noite!
Comunico que fiz o encerramento do 2º Prosas Poéticas e lhe trago o meu agradecimento por sua honrosa participação; vá ao blog e veja a mensagem que lá deixei.
Abraço,

O Árabe disse...

Boa semana, Vanuza. Aguardo o próximo post!

Graça Pereira disse...

Será que, desta vez, o meu comentário fica... Experiência, experiência...
Beijos até já
Graça

vendedor de ilusão disse...

Adorei, Vanuza! Foste muito criativa...
Beijo.

O Sibarita disse...

Ôxe! Essa moça tomou chá de se pique foi? kkkkkk

Sei, vc está no pais das maravilhas, né fia? Hummmm... kkkkk

Aiaiaii... kkkkkkkkkkkkkk

O Sibarita

Maria Leite disse...

Van, saudadona de ti. Forte abraço.