terça-feira, 15 de julho de 2014

Laurence Olivier, o melhor...


Voltei finalmente aos livros, e pego meio sedenta e muito faminta de boas leituras, Confissões de um Ator, livro autobiográfico de Sir Laurence Olivier. Humor leve, inglês, mas sincero. Vida dura de ator principiante, quase mendicante no início da carreira. Apenas, leiam se for possível. Por que? Porque é um grande exemplo de despojamento e humildade do ator mais culto e menos vaidoso do cinema.
De resto, ando rabiscando uma historieta quase séria, um pouco adolescente e sem necessariamente com um final feliz. Em breve, e se digo assim é porque não sei quando será, cometerei a audácia de publicá-la.
Olha só duas das belas imagens do filme O Melhor Pai do Mundo que tem também como um dos protagonista o fantástico Alan Bates de Zorba, o Grego (que filmaço, hein?). Só isso, por enquanto.

7 comentários:

heloisa de mesquita inoue disse...

Que coisa boa ver você de volta! Adorei a dica!Uma boa semana, beijos!

Daniel Costa disse...

Querida Vanuza

Vale sempre a pena ler e tentar apender contigo os tom colorido às palavras. Bem sei que nada domino de cinematografia. Será mesmo esse fato que mais me prende a ler com muita atenção, os teus post's
Beijos de amizade

ONG ALERTA disse...

Que maravilha, beijo Lisette,

Graça Pereira disse...

Sir Olivier era um gentleman , condecorado pela Rainha Isabel e com direito a frequentar o Senado britânico. Nos filmes transparecia essa linhagem, fosse qual o fosse o papel que lhe era atribuído.
Também gosto do Alan Bates...Vi filmes maravilhosos com ele.
Fico à espera da tua publicação...sei que irá ser um êxito.
Beijo e bom fim de semana.
Graça

O Árabe disse...

E um dos melhores atores, Vanuza, de todos os tempos! Aguardo a publicação da história, boa semana.

O Sibarita disse...

E não é que a dona moça voltou com a corda toda? Oi que bom, né não? kkkkk

Oi fia eu assistir alguns filmes com lá ele, espetacular!

Bela postagem, relembrar as coisas é tão bom...

É mil!

E como está? Hummmm... Tinindo, no ponto é? kkkkkkkkk Maravilha! kkkkkkkkkk

O Sibarita

Olhos de mel disse...

Amiga querida; ando tão distante da net, que muita coisa por aqui, não li.
Bom demais chegar aqui e vê-la entusiasmada, voltando a escrever. A imagem é linda mesmo. Quem dera todos os filhos tratassem os pais, com tanto cuidado e alegria.
Saudade, beijos