quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

O que se traça na taça

Uma incredulidade me assalta constantemente sobre a "capacidade" que o ser humano tem em prejudicar outro ser humano. Somos suicidas em potencial, eis minha primeira conclusão - talvez meio precipitada.
João, na Ilha de Patmos, no seu exílio forçado, medita e escreve o apocalipse. Ele foi o único discípulo que assistiu todo o martírio e a crucificação de Jesus. Impressionante essa imagem, não?
Milagres e abominações borbulham na taça que contém o sangue  dos miseráveis.
Uma lágrima pesada cai sobre Nova Iorque, outra despenca em Xerém.
De Xerém a Nova Iorque, qual a distância tem?
Enquanto a taça transborda para alguns, para a maioria, no entanto, falta-lhes a gota que refrigera os lábios sedentos.
"E o quarto anjo derramou sua taça sobre o sol, e foi-lhe permitido que abraçasse os homens com fogo."
Nada demais, apenas para refletir e traçar rumos para 2013.

29 comentários:

isa disse...

Já sentira a sua falta e a vontade de a ler.
Este texto tocou-me pq vem de encontro a pensamentos muito semelhantes que têm povoado o meu coração.
Bom ano, minha querida!
Beijo.
isa.

Carlos Rímolo disse...

Querida amiga Vanuza!

Perdoe-me, mas achei seu Blog. num comentário de uma amiga e resolvi conhecê-lo. Adoro fazer amigos, conhecer seus trabalhos. Seu Blog. tem um belíssimo Layout e lindos textos. Adorei. Está de parabéns. Já sou seu seguidor.

POETA CIGANO - 09/01/2013

http://carlosrimolo.blogspot.com

Daniel Costa disse...

Querida Vanuza

O tua crónica e deveras reflectiva. O homem é mesmo lobo do homem e vai daí, ao longo dos séculos nunca houve redenção humana.
Beijos de amizade

Rodrigo disse...

O Fim do ano deverá ser um momento de reflexão. Comemorações são bem-vindas...mais do que merecidas..., mas anestesiar nossa consciência pode ser um exercício de desumanização.
O ser humano não está só no universo. Milhares de almas e destinos diretamente conectados, que dão um sentido a existência de todos.
Qual taça beberemos?


Severa Cabral(escritora) disse...

QUERIDA AMIGA !!!!
Vejo que a vida é uma roda gigante,muitas vezes se está por cima e na maioria se fica por baixo...o texto fala-se muito bem disso...
bjs minha linda e que no seu retorno encontre sempre razão para nos repassar uma mensagem...
bjssssssssssssss

Everson Russo disse...

Um bom dia pra ti minha amiga,,,paz e poesias sempre...beijos e flores..

Olhos de mel disse...

Amiga querida; infelizmente essa é a visão que também tenho. Muitos saboreiam uma mesa farta, enquanto muitos nem mesa possuem...
A desigualdade social é enorme, mas acho nem sempre ela é responsável por tudo que temos vivenciado de violência em todas as ordens. Estamos num tempo em que a cultura da violência, desrespeito, imperam. A educação do lar é uma coisa em extinção e tem formado um contingente de jovens sem princípios, sem amor.
Bela crônica, minha amiga! Beijos

O Sibarita disse...

Eita mulher retada meu Deus!

A criatura escreve para reflexão o que é muito bom, vc é o ouro da babilônia dona menina!

E como foi de passagem de ano?

Rrraaaapppaaazzzz... kkkk Dona Pantaleão, né brincadeira não kkkkk

Excelente texto!

O Sibarita

Everson Russo disse...

Um bom final de semana pra ti amiga,,,beijos e flores.

Everson Russo disse...

Um belo sábado pra ti minha amiga querida,,,beijos e flores...

O Árabe disse...

Bela postagem, Vanuza! Até para nos lembrar que devemos atentar para o líquido que colocamos em nossas taças. Boa semana, amiga!

Olhos de mel disse...

Querida Vanuza; temos visto cada vez mais crescente o desafeto, o desvínculo familiar, a ambição e esses fatores são também determinantes para a violência.
Isso é muito complicado, amiga! Já não se fala mais em amor, nem no seio da família.
Boa semana! Beijos

Olhos Doces disse...

Nas taças amiga, brindamos ao amor, as boas novas, a um novo tempo, que com certeza virá.
Brindamos a vida, a saúde, a igualdade social e tudo de bom que o novo ano trará!
Beijos

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti minha amiga,,,beijos.

Graça Pereira disse...

Minha Querida
Uma reflexão sensata para este começo de ano.
A taça, transborda para uns e para outros, ela está cheia de quase nada!
O mundo continuará a ser assim: um mundo de contrastes. Uns morrendo de fome e outros, esbanjando o que têm.
Estou num concurso que meu Nuno me colocou e agora há que seguir em frente e contar com os amigos.
Passa pelo meu blogue onde está tudo explicado. Um voto por dia até dia 19- fará toda a diferença.
Mil beijocas e que 2013 seja para ti um ano fabuloso!!
Graça

Everson Russo disse...

Um dia de paz pra ti minha amiga,,,beijos.

O Sibarita disse...

Tá na taça ainda é fia? kkkkkkkkkkk

O Sibarita

Everson Russo disse...

Um belo final de semana pra ti minha amiga,,,beijos e flores...

Daniel Costa disse...

Querida Amiga Vanuza

Passei apenas a deixar beijos de sincera amizade, estima e consideração.
És uma boa e inesquecivel amiga, que muito prezo

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Uma boa reflexão para este ano que está a começar e que temos que mudar consciências.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

cristinasiqueira disse...

Oi Vanuza,

Quanto tempo,eu mergulhada em outros fazeres,dai te vejo aqui,e parece que o tempo se junta em todas as horas.Feliz em estar com vc.Feliz por vc com as pernas de fora e as palavras soltas.
Feliz porque te amo dum jeito grande ,novo,parece que cheguei para um café na casa de uma amiga querida de muitos anos,todos os anos !
Postei agorinha no blog e sua visita me fará feliz !

Beijos

Sherazade disse...

Querida amiga, eu sumo e apareço sempre.
Creio que a maioria das pessoas, são indiferentes ao que acontece a sua volta.
Essas festas de fim de ano são elitistas e por isso não gosto delas. Além do mais são ocasiões em que ficam acentuadas, as faltas dos entes que já se foram.
Gostei demais da crônica! Ela serve para reflexão.
Bom domingo!
Beijos também do seu netinho.

Blue disse...

Ao traçar planos,
mais falhamos do que acertamos!

Beijo

O Árabe disse...

Boa semana, Vanuza. Aguardo o próximo post.

Luma Rosa disse...

Lembrou-me as palavras de um sábio indiano: “escreva as tristezas na areia e as alegrias no mármore”. Pois o que fica escrito na areia o vento, a chuva ou as ondas do mar apagam. O que fica escrito no mármore permanece por toda a vida. Nós não viemos a este mundo para idolatrar o sofrimento. Viemos para aprender com professores - como João - a sermos melhores do que já fomos. Devemos agradecer ao Criador por Ele ter nos dados tais professores. Pois se o fogo forja o ferro, também a dor forja a alma, por isso não valorizar tanto a dor, mas também não esquecê-la.
Boa semana!! Beijus,

Severa Cabral(escritora) disse...

Estou aqui hoje por um motivo mais que especial.
Tenho que dizer que não foi fácil conseguir você para ser meu seguidor,
foi muita motivação impulsionando com postagens e visitas...que atingi 300 seguidores
Agradeço te convidando a visitar a florada do IPÊ junto comigo no FOLHAS DE OUTONO !
Deixo o meu abraço recheado de carinho !!!!!

* Edméia * disse...


*Vanuza, que texto PESADO; hein ?!

O.O

Olha, Vanuza, estamos , hoje,

com uma SOCIEDADE DOENTE !!! As

pessoas , a maioria ! , sente mais

PRAZER na maldade do que na

bondade ; na TRISTEZA alheia do

que na alegria do outro !!! É

isso. (Por falar em SUICÍDIO ...

as pessoas aqui da minha cidade

- Guaratinguetá ! - estão tristes

com o suicídio do ator Walmor

Chagas ! ).

Olhos de mel disse...

Oie amiga querida; passando para lhe acompanhar nesse brinde. Vamos brindar por um mundo melhor, pela igualdade social, por menos corrupção, pela segurança e colocar nossos pensamentos positivos, pra ver se as coisas melhoram.
Deus abençoe esse mundo!
Beijos

Severa Cabral(escritora) disse...

Estou aqui hoje por um motivo mais que especial.
Tenho que dizer que não foi fácil conseguir você para ser meu seguidor,
foi muita motivação impulsionando com postagens e visitas...que atingi 300 seguidores
Agradeço te convidando a visitar a florada do IPÊ junto comigo no FOLHAS DE OUTONO !
Deixo o meu abraço recheado de carinho !!!!!