segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Meu silêncio...

Meu silêncio guarda ruídos do passado. A hora do café da manhã. Meus pais se arrumando para sair.
Na cozinha, as panelas falavam e os talheres se debatiam em sons metálicos.
Um silêncio pesado, grávido de pensamentos sem nenhum sentido.
Do presente, meu silêncio retira, aspira o ar do azul do céu e o dourado dos raios do sol das manhãs, mas com algumas nuvens movendo-se na lentidão dos ventos.
Essa boca fechada, essa mente repleta e alerta.

30 comentários:

lita duarte disse...

Oi, Vanuza.

Tudo bem com você?
Saudades, menina.:)

Um beijo.

Fernanda disse...

Olá amiga Vanuza :))))

De olhos nas nuvens a vê-las desenhar imagens, sei como te sentes ...
Que bom!
Livre, Leve e Sonhadora.
Beijo enorme e doce.

Rodrigo disse...

O Sol que nos conforta...
ilumina nosso destino menino e aprendiz,
mas que conserva em si o sentimento mais puro...
elevando a eternidade dos
nossos olhares...


Grande beijo!!
Rodrigo

Olhos de mel disse...

Querida amiga; lindas palavras em tom nostálgico... reminiscências de infância. Passagens da vida que não se esquece.
O silêncio é a saudade que cala a nossa voz.
A ideia da musica, foi genial!
Seu post, me reportou a um tempo do interior, onde fui muito feliz.
Lindo post!
Boa semana! Beijos

MARILENE disse...

Seu silêncio traz a melancolia de quem observa com o coração. Não exige palavras, apenas o sentimento.
Bjs.

Everson Russo disse...

O silencio diz muitas coisas minha amiga, ele é um imenso grito da alma, e nele podemos nos entender e nos encontrar...beijos de bom dia.

Anônimo disse...

ôi de volta, vanuza!!! bundudinha linda! q bom vc voltou!

Olhos de mel disse...

Boa semana, minha amiga querida! Beijos

cirandeira disse...

Van, querida, chega um tempo, (ou
uma hora)que sentimos necessidade
do silêncio para ordenamos nossos
pensamentos, não é? Nossa casa mental fica sobrecarregada de tantas recordações que precisamos
"esvaziá-la" para dar lugar a novos acontecimentos que nos rodeiam. Nosso cérebro possui mecanismos próprios para selecionar
as lembranças que que são de fato, importantes! E vamos seguindo até o dia em que tudo será apenas silêncio na inexorabilidade e limitação de que é feita nossa vida...
De uns tempos pra cá tenho observado que andas meio silenciosa, não é? Tenho sentido
saudades!!!

um beijo grande

O Sibarita disse...

Porreta musica e texto, mas oi fia saia do silêncio, viu? kkkkk

Quero ouvir a sua voz, assim, bem assim... kkkkkk

O Sibarita

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti minha amiga querida, que todos os acontecimentos sejam cercados de paz e muito amor,,,entre versos e flores...beijos e beijos.

Vanuza Pantaleão disse...

AH, O "POBREZINHO" DO ANÔNIMO DA BOCA E CORAÇÃO SUJOS, ESTÁ BEM ESCONDIDINHO, LOGO ACIMA DO SEGUNDO COMENTÁRIO DA MINHA QUERIDÍSSIMA AMIGA, OLHOS DE MEL, A POETA LÚCIA LABORDA.
QUE MANCADA, HEIN, SEU BOBO??!!!

Vanuza Pantaleão disse...

VEJAM SÓ, MEUS AMIGOS, DO QUE UM INFELIZ ANÔNIMO É CAPAZ DE FAZER SOB O VÉU DA IMPUNIDADE.
VOU DEIXAR PASSAR ESSA PARA QUE ELE(A) SE ENVERGONHE - SE É QUE AINDA POSSUI ESSE RESQUÍCIO DE DECÊNCIA.
VOCÊ É UM SER QUE SE MOVE NA LAMA, NAS TREVAS DA IGNORÂNCIA, SEU INFELIZ!FALTA-LHE CORAGEM PARA ASSUMIR SUA FRAQUEZA DE CARÁTER. POBRE DE TI, ANÔNIMO! NÃO EXISTES!
SE O FATO VOLTAR A SE REPETIR VOU SOLICITAR PROVIDÊNCIAS SÉRIAS AO GOOGLE.
QUEM ESTIVER PASSANDO POR ESSE CONSTRANGIMENTO, NÃO HESITE,
DENUNCIE!!!

SAM disse...

Querida amiga Van,

Uma bela crônica e a música... É linda!

É sempre um enorme prazer ler suas postagens que refinam a minha sensibilidade. Obrigada Van!

Beijos com carinho.

Aracy Crespo disse...

Vanuza, minha flor...

Simples, rápida e quanta força! Há muitas situações em que o silêncio é bem-vindo.Amo tudo que você faz, a musica é linda e olha, estou com saudades...Cuidado saudades mata sabia?? rsrsrs. Beijos no seu coração e Deus te proteja.

Sherazade disse...

Oie minha amiga querida; lembranças que marcam a nossa vida. Que nos trazem a nostalgia...
Lindo post!
Beijos

Sherazade disse...

Voltei pra dizer que a musica é linda! Beijos

Smareis disse...

Depois de alguns dias ausente, estou de volta tentando colocar tudo em dia.
Ja estava com saudades de passar aqui.

Por vezes o silêncio diz mais que qualquer palavras.

Abraço grande!

Everson Russo disse...

Uma excelente quinta feira pra ti minha amiga querida,,,muita paz e muita poesia pra alimentar a alma..beijos e beijos.

Sonhadora disse...

Minha querida

Nostálgicamente belo este poema...adorei ler.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Everson Russo disse...

Um final de semana repleto de carinho, paz e muita poesia pra ti minha amiga...beijos e beijos.

ReltiH disse...

SIEMPRE UN ENCANTO LEERLA.
BESOS

Arnoldo Pimentel disse...

O silêncio de alguma forma estará sempre por perto,só esperando a hora de nos fazer companhia.Beijos

Phausca disse...

querida amiga, el silencio puede ser nostalgia, puede también ser curativo y liberador.

que tu espíritu sea pleno de Luz!

un abrazo muy fuerte.

Cultura Malcriada disse...

Oi, Van!
A sua "obra literária" anda cada vez mais inspirada!
Bjão!

* Edméia * disse...

*Vanuza, nessa foto, é você ?!

Onde ?!

Benno disse...

o olhar perdido no horizonte parece esperar alguma coisa que nunca vem... é que o que vem é de dentro, sempre.
Beijo

O Árabe disse...

Pega bem, sim, Vanuza. Ficou ótimo o post! Boa semana, amiga.

Sherazade disse...

MInha amiga querida; esse silêncio que fala melhor que muitas palavras. Que sente de maneira infinita a dor de uma saudade.
Boa semana! Beijos

Fa menor disse...

Uma folha seca que cai faz-nos lembrar a nossa fragilidade...