quarta-feira, 9 de março de 2011

Olhos de Espuma

Um par de olhos espreitavam aquele minucioso e pormenorizado ritual. Vanda destacava a tampa da lata de sabão pastoso que, por sinal, mostrava uma aparência rutilante ao sol e um aroma que de tão penetrante invadia todas as casas da vizinhança.
Degraus de mármore alvíssimos eram esfregados palmo a palmo pelas mãos ágeis daquela senhora. Em consequência, bolhas transparentes e coloridas surgiam para extasiar aqueles olhos observadores. Olhos que escorregavam na espuma de um passado sem retorno, obscuridade.
Na face de Vanda havia uma expressão contida, mas satisfeita, nada mais.
O trabalho iria se repetir sempre, dia após dia. A escadaria branca ia ficando mais e mais clara, transparente, até desaparecer no tempo-espaço da relatividade einsteiniana.
Os olhos viam. A mente não correspondia.

36 comentários:

lita duarte disse...

Oi, Vanuza.

Um olhar especial é assim: repleto de contentamento.

Texto com gosto de quero mais.:)

Beijos.

Rodrigo disse...

Nas escadas... a espuma e o tempo brilham em nossa alma descuidada...
Apenas lembranças nos restam...
imagens emprestadas do novo-velho inconsciente...
Do seu grande amor!!!
Rodrigo
Beijos!!!

Kamilla Barcelos disse...

Eu gosto dessa ideia de como o olhar é um novo mundo. A cada olhar, vemos algo diferente, que pode nos trazer muitas respostas.

Olhos de Mel disse...

Pois é querida amiga; olhares que ao longo do tempo vão se perdendo... Tudo passa; mas o amor permanece. E através dele a vida se descortina, sobram lembranças, que nem com o tempo se esquece.
Lindo post, querida!
Beijos

Silviah Carvalho disse...

A escada está limpa, brilhando, e podemos olhar toda beleza exterior, mas o interior é que ela quer nos mostrar realmente.

Isa disse...

O Olhar é,na verdade,um novo mundo.
Saudade de vc,Amiga.
Beijo.
isa.

RELTIH disse...

INTERESANTE, MUY DICIENTES SU ESCRITO.
UN ABRAZO

Imagem e Poesia disse...

Por que será que gosto de vir lhe visitar? :)
Belo escrito, amiga!
Beijinhos
Ceiça

CAIXA DE FATOS disse...

Olá, Vanuza.
Bonito seu blog.

Abraços.

Dadi Silveira

Sherazade disse...

Querida amiga; esse é um olhar experiente, cansado, mas que traz as vivências e lembranças que muitas vezes, não se desfazem na espuma...
Bom fim de semana! Beijos

lita duarte disse...

Oi, Vanuza.

Bom final de semana.
Obrigada pela carinhosa atenção.:)

Um grande beijo.

Olhos de mel disse...

Querida amiga; espumas que se perpetuam nas lembranças.
Estou tão feliz, minha amiga; o bebezinho da minha nora é um homenzinho... e vai ter o nome do meu pai.
Bom final de semana! Beijos

Aracy Crespo disse...

Querida Vanuza, saudades..

Olhares falam mais do que palavras! Linda reflexão nesse texto.

Que a felicidade esteja sempre a bater em sua porta, trazendo a mais pura alegria.

Fique com Deus

SAM disse...

Querida amiga,

Uma crônica maravilhosa! A começar pelo título e todo o conteúdo de beleza ímpar.

Já voltei amiga. Antecípamos a volta...Muita chuva! Rsrs.


Beijos e lindo fim de semana amiga linda.

Maria Leite disse...

"Olhos de espuma",juro que fiquei pensando nessas duas palavras que casaram tão bem...Gostei demais desse texto, adoro de paixão tua literatura.Olhar de espuma... É incrível como às vezes deixamos de olhar o mundo por outros ângulos...e a vida vai passando sem muitos acontecimentos, sem a nossa presença de fato!Bela poesia. Voltarei sempre, bj.

Daniel Costa disse...

Vanuza

As tuas crónicas, tal como a presente, são um primor, tam elas ficam reluzentes. Como sabes adoroa-as.
Beijos

DarkViolet disse...

Os olhos tem a pureza de cavalgar em muitas direccções. A envolvência da correspondência entre a mente e os olhos consegue levar à loucura, até à fronteira do abismo para depois chegar a uma parte incerta para a mistura entre ambas.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Amiga Vanuza!

Infelizmente a maioria das mulheres passa as vidas fazendo brilhar as escadas e esquecendo do brilho de sua alma!!!

Belo,belo texto!

Um beijo!

Sonia Regina

Anderson Meireles disse...

O olhar, quase sempre nos leva mais longe do que nossos pés...
Brilhante post!
Abraço!

O Árabe disse...

e... quantas vezes, Vanuza, a nossa mente não consegue corresponder ao que vêem os olhos. Belo texto, amiga; boa semana!

Graça Pereira disse...

Olho as escadas que me conduzem ao passado do alto do terraço da minha alma e verifico que estão na mesma apenas têm as rugas do tempo e uma outra folha amarelada, a dizer-me adeus. As escadas do presente e do futuro, são lavadas com as lágrimas da coragem e da saudade e esperam o amadurecer do fruto para que, as noites possam tocar nas madrugadas.
Beijo amigo
Graça
Tenho estado doente...mesmo após 12 anos sem o meu amor, "há uma pedra no meu caminho" que se chama SAUDADE!

cirandeira disse...

Fazia um tempinho que não nos davas o prazer de de nos deliciarmos com teus contos: curtos, enxutos e com um ponto de
interrogação ao final, como aliás,
seria uma das características de um
(a) boa(m) contista!

beijos, querida

nacasadorau disse...

Nem sempre o que se vê é o se se sente.
O tédio instala-se na repetibilidade das tarefas como da vida.
Beijo, amiga Vanuza, neste dia cinzento sem cores e aromas de Primavera.

Cultura Malcriada disse...

Oi Vanuza!
Muito legal o texto... umas das coisas mais surpreendentes é reconhecer a beleza nas coisas simples do dia-a-dia.
Bjo

Andréia disse...

Olá minha querida espero que voceis tenham se recuperado plenamente viu!!
Saudades de tí.....
"olhos de Espuma"

Olhos que as vezes enxergam o que ninguem ao redor pode ver...

Olhos que enxergam a beleza , a sutileza ou ate memso a tristeza, onde a maioria não consegue ver.


Beijos carinhosos desta que te admira muito bjs

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá, gostei do seu texto...Espectacular....
Cumprimentos

Aracy Crespo disse...

Vanuza, minha querida amiga.

Fiquei chateada por que estive no "Matagal" e não consegui fazer meu comentário. Como você adoro a natureza e sou apaixonada por plantas e flores. Lá no Matagal tem muita coisa interessante e divertida eu amei, vou verificar o que acontece....

"Assim como o amor de Deus é raiz de todas as virtudes, assim o amor-próprio é a de todos os vícios."

Um beijo no coração minha flor.

Pedrasnuas disse...

Os olhos vêm a frescura e isso contenta a alma de Vanda...é para isso que os gestos se repetem...para deixar a escadaria asseada,apenas isso...mas nós,os sonhadores de corpo inteiro...reparamos nas bolhas coloridas e transparentes da espuma... sentimos o aroma nas narinas...e extasiados contemplamos a cena...
O que a imaginação e criatividade fazem à nossa mente...
Que maravilha!!!

Beijinhos querida amiga

Lilá(s) disse...

Um olhar carregado de lembranças que ficaram para sempre.
Muito lindo este escrito.
Bjs

SAM disse...

Querida amiga,

Relendo e subtraindo mais a beleza e a profundidade deste belo texto.


Um abençoado fim de semana para todos e o meu sempre carinhoso beijo.

Olhos de mel disse...

Querida Vanuza; que as espumas possam dissolver os problemas, as tristezas e deixar mais clara, mais transparentes nossas alegrias.
Bom fim de semana! Beijos

Canto da Boca disse...

Que confronto cronológico-poético esse!
Interessante é que fiquei tensa lendo a leitura, como se ajudasse Vanda a esfregar as escadarias, ao mesmo tempo que via deslumbrada as bolhas coloridas de sabão...

Beijão, querida Vanuza, e ótimo domingo!

Drika disse...

Van.... boa noite, amiga!
Quanto tempo não passava mais eu por aqui... depois que descobri seu cantinho do matagal... =) passo só lá pelos lados verdes.

Gostei da expressão 'olhos de espuma'... lembrei das ondas do mar =)

Também gosto da imagem de Maria, na Anunciação, me toca muito... aliás, hoje é dia de são José, né?!
Que ele te abençoe e proteja muito, amiga!

Um abraço no seu coração... e bom domingo!

O Árabe disse...

Boa semana, Vanuza. Aguardo o novo post! :)

Sherazade disse...

Espumas brancas que lavam as impurezas do chão, levem as nossas tristezas e nos tragam o brilho da esperança, as cores da paixão...
Boa semana, amiga! Beijos

Fa menor disse...

Nem sempre a mente corresponde ao que os olhos têm fome de ver...