segunda-feira, 13 de outubro de 2008

CINEMA: LA REINA DEL TRÓPICO

Eu ainda tenho comigo um velho baú de vime...Lá, guardei meu primeiro caderno de Poesias, meu diário de capa cor-de-rosa e velhas cenas de muitos, muitos filmes...
Hoje vou focalizar apenas uma cena de um deles:
" LA REINA DEL TRÓPICO"
Meus olhos de criança penetravam na magia da tela do cinema enquanto uma mulher em plena floresta tropical, dançava freneticamente ao som de tambores tocados por negros de ébano com seus troncos fortes, brilhantes e nus.
A "RAINHA DOS TRÓPICOS" como que entrava em espamos e convulsões com o calor das chamas da fogueira e nessa sua dança ia remexendo os ombros loucamente, o mesmo acontecendo à sua cintura fina parecendo quebrar-se com a câmera a lhe percorrer o corpo perfeito e sensual; os pés descalços, sapatevam no chão de terra. Não, não estava nua, trazia colada à pele morena um vestido curto, cor da pele e delicadamente rasgado, desfiado.
Os cabelos negros empapados de suor e os lábios exuberantes, polpudos e vermelhos naturalmente, deixavam entrever os dentes alvíssimos.
Não sei dizer, não me perguntem quanto tempo durou aquela cena, pois para mim vai durar para sempre! Por isso, estou aqui hoje, abrindo o velho baú para apresentar-lhes a atriz, dançarina e rumbeira, MARÍA ANTONIETA PONS, uma cubana que encantou toda uma geração. Uma vida particular discretíssima, avessa à imprensa e escândalos. Não se sabe exatamente seu paradeiro, apenas que há poucos anos atrás esteve no Brasil sem se deixar fotografar, pois artistas pertencem a um Olimpo especial e nunca envelhecem.
Um pequeno tributo, uma homenagem singela e sincera a uma pessoa que, um dia, alegrou a minha vida e os meus sonhos de menina.
O filme é de 1945, mas só fui assisti-lo anos depois, nessa data ainda não havia aberto os olhos para o mundo, embora hajam pessoas por essas bandas virtuais que me atribuam a idade de Matusalém. Risossss... Quisera! Naquele tempo não havia net, haviam Sonhos e Artistas excepcionais...
Ainda há muita coisa a ser descoberta no fundo mágico desse baú, aguardem!



PRAIA DE HAVANA, CUBA



BAÚ MÁGICO

FOTO: MARÍA ANTONIETA PONS (imagens do Google)


-----------------------------------------------------------------------------------------------

CARINHO ESPECIAL À AMIGA E POETA:


GRAÇA MELLO QUE CANTA EM VERSOS, COMO NINGUÉM, A MAGIA DO MAR...


°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°

ESCLARECIMENTOS NECESSÁRIOS

1- O CONTRADITÓRIO DAS PARTES:

Esse é um dos principais instrumentos jurídicos que aprendemos numa Faculdade de Direito e, apesar do termo pomposo, significa apenas o seguinte: OUVIR AS PARTES ENVOLVIDAS NO LITÍGIO que podem ser duas ou até mais. Para tanto, existem as audiências onde numa só mesa ficamos frente a frente com os nossos "rivais" , ou seja, réu e autor e mais seus representantes legais, os advogados.

Aí, me pergunto: por que não trazemos esse salutar PRINCÍPIO para a nossa sociedade? Por que quando ouvimos uma calúnia não procuramos, no mínimo, ouvir o caluniado? É simples, chegamos perto da pessoa citada e perguntamos: "- Zezinho, é verdade que você bateu mesmo no Joãozinho?" Dependendo das duas respostas, as confrontamos e tiramos nossa conclusão, mas essa não é a nossa realidade. Ouvimos o Joãozinho que diz que apanhou e deixamos o Zezinho com a culpa e com a má fama de brigão. No Direito, se você faz uma prova e não FUNDAMENTA seu raciocínio vai tirar um zero bem redondinho.

°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°

2- REGRAS DE CONDUTA

POR FAVOR!

COM LICENÇA!

OBRIGADA!

TUDO BEM?

OI!

OLÁ!

BOM DIA!

BOA TARDE!

BOA NOITE!

PRECISA DE AJUDA?

Também parece simples, não? Não, não é simples porque somos egocêntricos, orgulhosos e complicamos tudo. Vou exemplificar de novo: havia um artista plástico muito famoso chamado Iberê Camargo, não saía da mídia, sempre dando entrevistas. Certa feita, ele estava andando na rua (armado) e levou um "encontrão" de um rapaz; engenheiro e pai-de-família. Iberê não pensou duas vezes: sacou da arma e matou o pobre homem. Ainda ouvi no rádio a entrevista da viúva do engenheiro que chorava pela perda do esposo. Iberê foi preso e sua arte tão interessante ficou esquecida, foi para o túmulo junto com o seu criador. Quem saiu ganhando nisso tudo?

°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°

AMIGOS SÃO PROPRIEDADES?

NÃO! Até a LEI CIVIL nos descreve o que são "bens fungíveis" e "infungíveis" e nessa tipificação não encontramos o "OBJETO AMIGO" . O que vemos no CÓDIGO PENAL é a descrição pormenorizada DOS DIREITOS DA PESSOA, onde, até cortar um fio de cabelo de um ser humano, sem a sua aquiescência, se constitui em CRIME.

°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°°

RENATA E EU: uma amizade que não prosperou; os motivos, prefiro guardá-los comigo por questões estritamente ÉTICAS. O que nos dissemos em confidências jamais será revelado; detesto essa coisa asquerosa de mostrar e-mails e pinçar frases das pessoas em momentos de "violenta emoção". Ora, quando ficamos coléricos e raivosos dizemos bobagens mesmo e até xingamos. Por que não? Somos seres humanos e não podemos passar a falsa imagem de "bonzinhos" o tempo inteiro. Não sou boazinha, só procuro não ser INJUSTA, eu disse, PROCURO, porque ninguém chegará jamais a ser justo. Volto a repetir: JUSTO, SÓ DEUS!

AMIGOS DA RENATA SÃO SÓ DELA? MEUS AMIGOS SÃO SÓ MEUS?

ISSO DEPENDE ÚNICA E EXCLUSIVAMENTE DA LIVRE VONTADE DELES! E FIM!

AS RESENHAS DOS FILMES SÃO EXCLUSIVIDADE DA RENATA? DA VANUZA? DO "ZÉ DAS COUVES"? NÃO!

RENATA TEM SEU ESTILO E A TODOS FOI DADO "UM DOM"...

NOS RESPEITEMOS MUTUAMENTE, SÓ ISSO!

SE EU TE COMENTO, RETORNE SE QUISER, MAS...POR EDUCAÇÃO, RETORNE! PESSOALMENTE, NUNCA DEIXEI DE COMENTAR NINGUÉM! SOU ORIGINÁRIA DE UM SITE DE LITERATURA ONDE AS COISAS NUNCA FUNCIONARAM BEM...FIZ ALGUNS TEXTOS DE TOTAL REPÚDIO E FUI EXPULSA! SIM, O SITE ME EXPULSOU PORQUE SE RECUSOU A FAZER UMA AUTOCRÍTICA SÉRIA DO SEU PROCEDIMENTO; ERA E É MAIS FÁCIL PARA ELES DISPENSAR PESSOAS COMO SE JOGAM PAPÉIS HIGIÊNICOS NA CESTA DE LIXO...POR ISSO, ESSA EXPULSÃO NÃO É UMA MÁCULA NO MEU CURRÍCULO, É, AO CONTRÁRIO, UMA LIBERTAÇÃO, UM TROFÉU, UM PRÊMIO!

E COMO DIRIA GROUCHO MARX: " NÃO PERTENÇO A UM CLUBE QUE ME ACEITE COMO SÓCIO!" Rssssss

Cansei, gente! Como é difícil a gente se defender de crimes não cometidos! Aliás, o nosso Brasil é o único lugar no mundo em que a vítima vira bandido...Tudo bem!!!

Concordem ou discordem, vou liberar geral, viu, DUDU, CRIS E SR DO VALE que não me permitiram o diálogo!!!MAS, MANIFESTEM-SE AQUI, SE QUISEREM!

RENATA, TUDO LIMPEZA! SOU SINCERA: SÓ NÃO FREQUENTAREI SUA PÁGINA PORQUE NÃO HÁ "CLIMA" PRA ISSO, CONTINUE SEU TRABALHO E SEJA FELIZ!

BRIGADUUUUUUUUU GENTE BOA QUE ME ATURA: MARTHA, BETO, KÁTIA, CARMELITO, ANDERSON, MIRIAM, GRAÇA, FRANCINE, DANIEL...MAS É MUITA GENTE BOA!!!

AVISO: ESSA SOU EU NA PRÓXIMA ENCARNAÇÃO

72 comentários:

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava!


Já tive nessa praia caribeña!


Gostei muito de te saber mais.


beijinhos

M.E.D.T disse...

Que lindo lugar
otima semana pra vc
bjs

Adriano disse...

É uma dança muito bonita, retumbante, que mexe com a alma! Bonito post!

Luiz Caio disse...

Oi Vanuza! Boa tarde!
Linda, e doce descrição do bailado da Raínha do Trópico! As nossas recordações, por vezes nos fazem voltar no tempo... Isto as vezes é muito bom não é?

BEIJOS.

Bill Stein Husenbar disse...

Belíssimo lugar.


http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

Essência Pura disse...

Obrigada por ter aberto o teu baú de ouro e nós brindar com um post desses, maravilhoso em todos os sentidos...me fez relembrar meus tempos de menina (tipo 12, 13 anos), que além das bonecas (Susy...lembra?), eu me encantava com esses filmes...ainda hoje, em tvs pagas conseguimos assistir um ou outro...obrigada Vanuza, seu blog é um showwwwww de cultura e informação...

Te desejo uma feliz semana de muita paz e luz

Beijo na alma

Miriam

Cultura Malcriada - disse...

Olá Vanuza...

Realmente, tem certas cenas de filmes que marcam a vida da gente. Acho que todo mundo tem uma assim (a não ser daqueles que não gostam de filmes!)

Bela postagem!

Vivian disse...

...obrigada pela generosidade em repartir doces emoções conosco.

tão bom quando lembranças calam com suavidade em nosso coração...

bjus

victor disse...

Oi vanuza.
saudade da beleza de seu texto. Abraços

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

VICTOR tem um trabalho tão importante de Voluntariado e ONGS que nem se importa com comentários, por isso, gostaria que os amigos que passassem nesse nosso humilde espaço, o procurassem. É um blog de UTILIDADE PÚBLICA MESMO. É assim que se faz, gente! VICTOR E SEU BLOG SÃO EXEMPLOS DE UM BRASIL QUE QUER SE HUMANIZAR!
Deus queira que consiga!!! Estamos aí, amigo!!!

Mello disse...

Olá, Linda Vanuza!

Como sempre um belo post intenso, afectuoso e cheio de criatividade.

A dança foi primeira forma de comunicação do Homem e é o expoente máximo da sensualidade. Abençoado baú...!
Adoro caixas e caixinhas, são uma espécie de chapéu mágico, quando olhámos lá para dentro saem coisas maravilhosas que nos fazem sonhar.

Conheço esta actriz e o seu trabalho, ela é belíssima com um karma especial. Os grandes artistas são muito simples não dão muito nas vistas, não necessitam! Eles vivem num estádio superior.
Obrigada pela distinção, minha amiga virtual, és um amor! Depois de um dia de trabalho tão cansativo e com um clima húmido até dizer chega, soube-me bem receber este carinho.
Abençoada sejas minha querida!

Beijinhos cheios de afecto

Graça Mello

Já sabes o costume! Voltarei mais tarde…

Beautiful Stranger disse...

sabes me impressionar, definitivamente, seu blog se transformou em um ponto de referência em cultura; quisera eu ter horas para desfrutar de algo tão rico...

:)
http://strangerbeautiful.blogspot.com/

Beautiful Stranger disse...

sabes me impressionar, definitivamente, seu blog se transformou em um ponto de referência em cultura; quisera eu ter horas para desfrutar de algo tão rico...

:)
http://strangerbeautiful.blogspot.com/

Essência Pura disse...

Vanuza

Para ir e estar no meu blog não precisa ir de banho tomado, qdo falo em essência pura, falo da essência da alma, e essa é como flores, sempre fica um pouco nas mãos de quem oferece...seu perfume ficou no meu blog, obrigada...

Qto ao "reumatismo"...bem, que falem...deixa falarem...o que importa é o que somos, o que fazemos, o que vivemos....o resto? é resto....

***

Uma dica...procura no youtube filmes com MARÍA ANTONIETA PONS, vi a pouco e eles oferecem 19 videos muito bons, com musicais excelentes...

Bjussss

Miriam (menina do mar - vai pegar isso - rsrsr - adoro))

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

O que aconteceu realmente, Vanuza? Só mostrei à Pelos Caminhos da Vida um comentário maldoso que uma tal de Anna fez no Blog do Dudu. Ela cita, sim, o seu nome, para compará-la a mim, dizendo que eu sou um lixo e você, sublime. Não conheço essa moça, nunca ouvi falar dela.
Jamais citaria o seu nome em vão, Vanuza, para fazer fofoca. Estou no meu cantinho, quieta e não tenciono incomodar ninguém, ainda mais você que tem feito um trabalho belíssimo no seu Blog. Às vezes, dá até vontade de comentar, mas você não aceitaria o comentário.
Não fiz intencionalmente, acredite.
Renata

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Aliás, Vanuza, esse comentário que estava no Blog do Dudu Santos, eu o mostre à Vivi-in foco também, porque ela é minha amiga e perguntei-lhe o que achava. Por favor, Vanuza, vamos manter as nossas distâncias, mas em PAZ, você acaba de fazer um post sobre o Amor, Ágape, e agora quer fazer outro Tribunal da Inquisição? Não perca seu tempo com isso. A sua postagem está linda, não vá maculá-la.
Repito, aquilo que mandei para a Aninha estava no Blog do Dudu e não no seu.
Renata

Pelos caminhos da vida. disse...

Vanuza,obrigada por retornar,agora sim eu entendi tudo o que está acontecendo.Mas como gosto das coisas claras eu exclui um comentário seu,achei ele pesado pra deixar,não pelos meus amigos pois todos me conhecem sabem quem sou, foi por que eu mesma não gostei.Qto ao que vc falou da postagem que vai fazer,vc têm o direito de defesa,desde que não me envolva nisso,pois não tenho nada a ver com essa rivalidade,apenas a outra pessoa que não teve coragem de mostrar a cara e a identidade,tentou me usar pra isso,vai lá nos meus comentários e veja o que ela comentou,agora ela
não postou o que mandei pra ela né?
Se te ofendi,se te magoei não foi essa minha intenção,espero que entre nos duas aqui tenha ficado tudo esclarecido.
Agradeço a sua atenção.

beijooo.

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Delícia! relembrar é bom demais. E você tem a magia de saber passar para nós [simples mortais] , a lembraça, a graça e a beleza.
beijos, e obrigada pela bela postagem!

O Árabe disse...

Também gosto muito do cinema antigo, Vanuza... tanto, que conhecia essa atriz! :) Boa semana.

Carmello Café disse...

Vanuzita Matusalém (rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs), não é teu lema, mas um de teus motes preferidos é, com certeza, aquele bom e velho "recordar é viver".
A tua descrição da cena da Rainha dos Trópicos me deixou assim, mais do que curioso, para ao menos tentar ser sutil, digamos que a Sra. Café é quem vai gostar... (rsrsrsrsrs)
Não conheço o filme nem a atriz, será que conseguimos achá-lo em alguma locadora? (não gosto de baixar filmes pela internet)
Essa sua reminiscência me lembrou uma pequena história, também acerca de um filme: uma das minhas irmãs vivia falando de um filme chamado “Godspell” e sempre botava na vitrola o disco de sua trilha sonora (que tem uma música que até fez um certo sucesso, “Day By Day” – você deve conhecer), então eu tinha alguma intimidade com as músicas, mas nunca tinha visto o filme. Naquela época ainda não existia nem mesmo o vídeo cassete e éramos reféns da boa vontade da programação da TV aberta. Até que um dia anunciaram que o filme passaria na clássica Sessão Coruja, madruga adentro. Para aqueles que não conhecem o filme, vale dizer que é um musical sobre parte do evangelho, porém situado no início da década de 70 e seus personagens principais eram um misto de hippies, mendigos, trovadores, atores e sonhadores – e fazendo jus à época, a hóstia da comunhão nada mais era do que comprimidos de LSD... Fiquei lá, acordado até às 5 da manhã e o filme acabou me marcando profundamente. Mas a imagem que perdura até hoje é aquela do Jesus “crucificado”, braços abertos amarrados a uma grade de arame entrelaçado, magrelo, cabelão louro à black power, vestindo uma camiseta do Super Homem e suspensórios, a polícia chegando e as mulheres chorando. Desde então essa ficou sendo a imagem que faço do JC, mais contemporâneo, humano e passível aos mesmos defeitos que nós (e acompanhado de boa música, ainda por cima! rsrsrs).
Que seja bem-vinda a abertura do seu baú, espero que ele seja sem-fundo pra nos surpreender constantemente.
Um beijaço, amiga, e me desculpe pela ausência...
Até!

Pelos caminhos da vida. disse...

Vim aqui só pra te convidar a visitar meu blog hoje,foi postado por mim mesma.

beijooo.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Você foi magnânima, eu a admiro por isso. Você me deixa comentar o seu post? Está divino e deixe-me confessar a minha ignorância; nunca ouvi falar dessa mulher. Por isso que é bom ter baú. Nunca tive um.
PAZ
Renata

Mariazita disse...

Recordar é bom, não é mesmo???
E recordações de infância são, geralmente, muito agradáveis.
Pela descriçao da dança podemos até "ver" a dançarina! Perfeita!
Antonieta Pons era, e provavelmente será ainda...uma grande actriz, e muito bonita.
Beijinhos
Mariazita

Nilson Barcelli disse...

O seu baú, a julgar por este excelente texto, é riquíssimo.
Cara amiga, vá mostrando as belas relíquias que lá tem.
Beijinhos.

victor disse...

Obrigado pelas palavras gentis acima. bjs

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Vanuza:
Eu li os seus esclarecimentos e os achei muito pertinentes.
Renata

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Seu blog é motivo de orgulho para todos nós.
voltei agora e dou de "cara" com leis. É as leis existem para serem cumpridas, e por que existe muita gente safada sem carater sem dignidade. Adorei
beijos amiga.

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Vanuza parabéns você é nota mil. seu blog é de um glamour sem par.
Adorei ler sobre as leis, que bom você ter feito esta postagem, vai ser importante para muita gente.
|No meu glog, como você já viu estou denunciando um crime que aconteceu aqui na internet, coisa muito triste mesmo,e agora venho aqui e aprendo um pouquinho sobre as leis, as leis principalmente do bom convívio, da educação.parabéns

Beautiful Stranger disse...

fico sem palavras, com tantos elogios; obrigado pelo carinho...

:D
http://strangerbeautiful.blogspot.com/

Emanuela disse...

Oi Vanuza. Um post muito bonito e completo. Cada parte dele, com sua beleza pela forma simples e clara com que transmites a tua mensagem. É muito bom "ouvir" quem sabe falar.
Beijos

Carmello Café disse...

Querida Vanuzita,
JC, grande cara, ensinou que perdoar é o maior barato, mas acho que é preciso ter coração forte e pureza na alma pra esse perdão ser sincero. Já briguei feio, mais de uma vez, com minha melhor amiga, teve uma vez que ficamos mais de um ano sem nos falar, mas nos perdoamos e continuamos os melhores amigos, sem falsidades, sem rancores, afinal não é nada legal jogar pro ralo tantas coisas mútuas como nossas afinidades, experiências, amor e tudo o mais, é um desperdício.
Nessa história toda que rola por aí, tentei passar ao largo, até quando inadvertidamente me vi envolvido. Estou aqui pra conhecer boas pessoas e fazer algumas amizades, que possivelmente possam até extrapolar o mundo virtual; esse é um dos meus objetivos.
Por outro lado, o mais fácil nisso tudo é não se envolver, basta uns cliques pra sair de um ambiente, alguns outros cliques pra ignorar uma deselegância e mais outros pra deletar uma mensagem ofensiva. Tudo muito fácil, basta ter alguns princípios. Mas às vezes penso que se trava uma ridícula e velada guerrinha de egos, alguma coisa a ver com "sucesso" e/ou "reconhecimento"... E olha que a maioria das pessoas que vejo envolvidas nisso são pessoas adultas e aparentemente inteligentes e cultas... Me dá uma tristeza sem fim. Ainda mais quando são pessoas com quem tenho, senão um ótimo, pelo menos um respeitoso relacionamento. Sei que é uma ilusão quase utópica, mas seria muito mais bonito, gratificante, prazeroso e poderoso se semeássemos e colhêssemos paz, amizade e harmonia do que todo esse disse-me-disse infindo e improdutivo. Talvez seja mesmo só um sonho, mas depende da nossa boa vontade transformá-lo em realidade, pelo menos poderíamos falar que tentamos.
O que eu gostaria mesmo de ver seria você, Renata, Jady e seja lá quem for, todos rindo de toda essa babaquice.
Cansei de "falar" sobre isso... Desculpe-me o desabafo.
Podem me chamar de avestruz, mas não vou mais querer saber dessas coisas, já me enjoou.
Beijos mil, amiga, e até.ken

Essência Pura disse...

Meu comentário sobre isso tudo, está no meu blog, com um post que fiz em sua homenagem...

És especial...

Obrigada por ser...

Beijo na alma

Miriam

Dry Neres disse...

rsrs..
Vanuza.. confesso que adorei os esclarecimentos.. não perco meu tempo com intrigas referentes a blog não.. mas gostei quando você fala com propriedade, de propriedade.. ninguém é dono dos amigos de ninguém..rsrs.. nem devemos ir a um blog por obrigação.. cara.. adorei o que vc escreve e ponto. rsrs..
bjo

Cultura Malcriada - disse...

Olá amiga...

Passei aqui pra ver se tinha novidade e me deparo com essa confusão toda!

Dê menos importância pra essas coisas. Só serve pra criar rugas na gente! rs

Bjão!

Vivian disse...

...linda Vanuza,
amei a tua lizura e despreendimento.

não sei de fato o que acontece
contigo e a Renata.

só sei que admiro a ambas
pela inteligência e cultura
quando nos enriquecem com posts
de primeira linha.

isso é raro na blogsfera, e quando
eu encontro páginas com este teor,
me encanto porque consigo 'vizualizar' a alma do dono, senão no todo, mas em boa parte.

penso que estas intempéries fazem
parte de algum momento especial,
onde emoções mal trabalhadas,
nos tiram do eixo, do centro
que nos sustenta como aprendizes
por aqui...

de verdade, tenho carinho por ambas, e vibro para que tudo se
acalme entre vocês, pessoas
estruturadas e cultas...

desculpe-me linda,
mas este é o meu coração...

bjs

Quero estar com você disse...

Todos temos um papel nessa terra, saibamos desempenhá-los da melhor forma possível e essas suas dicas jurídicas chegam bem a proprósito, pois são normas que se relacionam diretamente com o nosso dia a dia. Ainda não fiz novo post, venho te avisar.
Um beijo!

maqira disse...

Querida Vanuza,

Grande mulher, grande cabeça, grande coração.
Também tenho a caixinha dos meus segredos. Que bem que sabe "viajar" até ela de vez em quando. Como éramos e como somos! Que diferença abismal. Mas que bom saborear essa diferença.

Beijos amiga.

Rodrigo disse...

O sangue latino encanta gerações há muito no cinema. Estrelas com uma beleza exótica e exuberante; as latinas deram ao cinema um encanto especial bem característico.
Um grande beijo!

O Trovador disse...

Que macaquinha linda você é, mas o texto com a cena da rumbeira é demais. Nossa, estou até vendo na imaginação, o ritmo deveria ser eletrizante. Bom, muito bom!

daniel disse...

Vanuza

Apenas visito agora, mas faço com imenso gosto. Depois gosto dos textos que se referem a cinema, embora não me considere cinéfilo.
Mis agradado fiquei, lendo o esclarecimento. Deste a oportunidade de conhecer melhor a tua maneira de ser, a dar para o altivo o que não me desagrada.
Está de acordo comigo, não haver processos de intensão: não se deixa de ser gostar de alguém, apenas por haver tido querelas com outros amigos. Por vezes os diferendos, não passam de choques de personalidade, ou maneiras de ver as coisas.
E há outra coisa, realmente, é mau julgador aquele que o faz sem ouvir ambas as partes.
De todo agradado, deixo beijo.
Daniel

Só Eu disse...

Cheguei aqui pela "mão" da Essencia Pura. E não me arrependo.
Simpático o teu espaço. Vou ficar a ler-te e depois comento.
Beijinhos

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Querida amiga, acabei de fazer uma pequena postagem.
beijos.
E as doidas? As mau intencionadas? Já estão mais calmas?

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Querida amiga, acabei de fazer uma pequena postagem.
beijos.
E as doidas? As mau intencionadas? Já estão mais calmas?

daniel disse...

Vanuza

Postei um comentário aqui. Não vislumbrando, reparo que algo terá corrido mal. Embora tenha ficado com o conteúdo na mente, desta vez, ficarei pela visita.
Daniel

daniel disse...

Vanuja

Macanismos de aprovação, fizeram-me lavrar em erro. Não tive em conta o pormenor, não me admirei, mas queria que soubesses da minha presença.
Beijo,
Daniel

SAM disse...

Amiga Vanuza,

Belíssima homenagem! E me veio a memória este filme! Estou ansiosa para deslumbrar-me com a partilha do seu baú. Promete!

Quanto a amiga Graça Mello é sem dúvida uma maravilhosa poetisa e já muito querida por mim. E hoje ( faz um tempinho que não entro nos blogs por chateações) li uma frase linda do amigo Outono que reflete exatamente esta homenagem: " Sam, Amigo, é escrever Amizade com amor.
Outono

Quanto ao que se passou na verdade não sei. Nada posso dizer.


Tenho passado meus momentos também, por mais de 3 anos, por outros motivos e bem sérios. E concordo que ser justo é fundamental. Li outro dia que a raiva é humana, mas a crueldade não ( desculpe, não me veio agora a autoria) .Como creio que graças a Deus não chegou a isso, não se aborreçam.


Um lindo fim de semana e um grande beijo.

BIA disse...

..."UM BRASIL QUE QUER SE HUMANIZAR!"
Pego nesta frase sua para dizer que:

Estou com vocês aí!De coração aberto.

É bom ver quando todos os mal entendidos se esclarecem e as pessoas se entendem. É que as confusões criam maus ambientes.

Sente-se o clima pesado e não é para isso que cá andamos!

A minha amiga, mensageira da paz e alegria, cadê ela?


É bom ter um baú, um baú sem fundo como diz o Carmell(it)o...tipo recordar é remoçar... um baú, onde magicamente possamos regressar, sempre que o desejamos...


Venha ver o meu convite de amor...


Abraço muito terno com admiração

BIA

Fernando Rozano disse...

Oi Vanuza....imensa alegri ler teus posts e conhecer mais ainda da cultura que partilhas aqui. com a mesma generosodade com que deixas comentários em meu pequeno espaço, o que muito me orgulha. fica bem e com o meu abraço carinhoso acompanhado de admiração.

GiGi disse...

Um blog com personalidade e uma mulher que diz o que quer.
Aqui, eu aprendo!

São disse...

Viva!
Não é você , não. Porque não há retrocesso na via de desenvolvimento; quando muito, estagnação.
Feliz final de semana.

UM DIA SEREI EU MESMA disse...

Passei para agradecer a visita e dizer que as portas estão abertas. Quando quiser, é só entrar.
Seu blog é muito diferente de todos que já vi. Não posso opinar já que não demorei muito tempo por aqui. Saindo agora de viagem. Mas na volta vou explorá-lo com calma. Bom fim de semana. Abraços

Quero estar com você disse...

Saúde e Paz no teu final de semana, Vanuza. O post novo tá pronto, mas não precisa ir agora.
Vibrações de Amizade!

Zíngara disse...

Um resgate cultural de primeira. As cubanas são muito calientes.Bravo, bravíssimo!

Jonas Santista Ulianov disse...

Tenha um excelente fim de semana.

poetaeusou . . . disse...

*
espantado, fiquei
pela positiva,
o teu baú ?
cuidado . . .
aconselho um cofre-porto . . .
,
bisas nocturnas, envio-te,
,
*

Carioca disse...

Sou louco pelas cubanas, mas prefiro as cariocas!

Beijokas, gata!

beto melodia disse...

grande amiga...
adoro seu jeito de ser, de falar, de expor seus pontos de vista...
posso fazer deles, meus? me empresta um pouco?

e não lhe aturamos, em hipótese alguma! amigos, aceitam-se tal como são, sem críticas, sem mágoas, sem inveja... sem calúnias...
amigos cultivam e veêm crescer, juntos, a verdadeira amizade, seja ela em um plano físico ou virtual, amigos respeitam-se...
em mim, tem um amigo, vanuza.

beijos em seu sincero coração e um ótimo fim de semana...

coisas minhas disse...

Tantas lembranças eu guardo também, eu queria poder contar desse jeitinho que você conta, mas ler já é o suficiente pra mim. Netinhos chegando no fim de semana, muita macarronada, vou te dar a receita, você gosta? Beijos da Creusinha!

Olhos de mel disse...

Oie linda! Belo post! Acho que todos temos esse baú. Lá guardamos as boas recordações.
As fotos estão belíssimas!
Bom final de semana! Beijos

Adelita Mendez disse...

Meu pai era cubano, minha mãe mineira, somos cinco irmãos. Se vivo estivesse, ele iria ficar feliz em rever La Antonieta, como a chamava.
Recordar é viver!

A Voz da Floresta disse...

As praias de Havana, das mais incríveis em belezas naturais do mundo. Tantas informações, até jurídicas, um blog sui generis. Ah, seu tivesse tempo!

Mello disse...

Olá, minha querida Vanuza!

Desculpa-me a demora, mas esta semana foi terrível, sinto-me cansada, agora trabalhamos 29 horas, para alguém que trabalha com o intelecto e que tem trabalho da escola para fazer, depois das aulas e das horas definidas, é muito. Tenho muita energia, mas sinto que está a faltar.
Hoje escrevi sobre a amizade num blogue teu amigo o do Renato " Livre arbítrio" vou transcrevê-lo aqui no teu antes de comentar o post. “Somos sim responsáveis pelas pessoas que cativamos. Porém, as pessoas têm de nos respeitar, saber onde começam os nossos limites. Os instintos de posse, o ciúme, a inveja, não são bons para qualquer relação. A vítima, o alvo destes sentimentos sente muito poder negativo à sua volta. "A nossa liberdade começa onde acaba a dos outros". Este é um tema caro para mim: acho que os relacionamentos humanos são complicados quando as pessoas só querem saber de si. Ninguém tem o direito de destruir psicologicamente o outro, criticando, apontando os seus defeitos, exigindo-o contas a toda a hora. Isso não é um bom sustentáculo da amizade. Tudo passa pelo gostarmos de nós mesmos e pensarmos que devemos fazer aos outros aquilo que gostávamos que nos fizessem. Nestes últimos dois anos, tive de rejeitar várias amizades, estavam a sufocar-me, foi doloroso, dói muito dizer que não! O sim é mais fácil para os outros, mas para nós pode ser um enterro em vida.”
Quanto ao que acrescentas-te ao teu post, gostei bastante. Foi uma atitude muito sensata acabar com algo que se estava a tornar doloroso para todos, até para mim que tive de moderar os meus comentários e eu que gostava tanto de ver logo quem me comentava. Mas isso são águas passadas! As pessoas têm que entender que acabou! A vida continua há coisas tão bonitas para fazer e aprender. Quanto ao site que saíste, paciência, "ninguém é bem-vindo na sua terra!"E quem diz a verdade fica sem jantar". O que interessa é que Tu és Tu, autêntica, forte e muito corajosa!

Tenho muito orgulho de ser tua amiga e com este acréscimo ao post, ainda fiquei admirar-te muito mais! Adorei quando disseste que às vezes dizemos coisas sem pensar, sim ofendemos, somos humanos, mas há que passar por cima disso, temos de dialogar e afinal é tudo tão simples!

Beijinhos cheios de afecto…

Graça Mello

O Árabe disse...

Problemas existem para ser vencidos, amiga... e a sinceridade é um bom começo! :) Bom final de semana.

Max Vozes disse...

Os ritmos caribenhos, as vozes e as composições cubanas como as de Armando Manzanero. Descubro sempre afinidades em ti! beijos do Max

clean and clean disse...

Tirando um tempinho pra te ler e relembrar os bons tempos.Volto a postar em breve, te aviso.Beijão

Sonhadora... disse...

oi,

obrigada pela carinhosa visitinha e espero estar um dia em sua lista de grandes amigas...

abrir um baú e tirar dele um detalhe é uma volta ao passado e muito bom, pois indica q foi muito bem vivido.

bjos e ótimo fds prá vc!

Maria disse...

Olá amiga Vanuza, belo post porque recordar é viver. Bjs e voltarei....

eva disse...

Vanuza, tua próxima encarnação está surpreendente! Visão de artista, mesmo! Mas tua próxima encarnação nem no budismo anda pra trás!
Gostei da abordagem jurídica. Mas tenho um problema com a visão jurídica: o direito não se destina a fazer justiça mas a aplicar a lei! Quando se fará essa evolução do direito?
Beijos!
Bom fim-de-semana!

ÁRVORES DO SIMAO disse...

Caríssima Vanuza, admiro o quanto é fértil e poderoso é o teu baú, entretanto, fica a minha espreita atenção em devorar em ti tudo o que de bom sair dessa caixinha mágica que tu guardas com tanto carinho e amor, do teu diário cor-de-rosa aguardo o que de melhor viveste em cenas de filmes, que quem sabe eu também teria assistido em uma dessas tardes de domigo.

abraço, simao

Essência Pura disse...

Boa Noite Grande Mulher

Que o teu domingo seja iluminado como a tua alma e que transmita mais e mais amor e carinho a todos que estão ao teu redor...

Fica em Paz e uma abençoada noite

Beijos no coração

Miriam

Rose Tunala disse...

Nos presenteou com belas imagens.
Seu blog tem um conteudo super interessante.
Adorei o gatinho que ganhou de Meriam... lindo demais.
***Beijos***

Francine Esqueda disse...

Nossa, que saudade disso aqui!
Estou em dívida com você e com muitos outros blogueiros de plantão! Entre tapas e beijos, coisas novas e velhas, problemas que vêm e vão, responsabilidades e compromissos... estou de volta! Desculpe a minha ausência! Estou sem tempo para postar nem comentar!! Vou mesmo aproveitar muito este fim de semana! Senti falta daqui! Sempre tudo muito bom!
Muitos beijos, FRAN.