sábado, 14 de junho de 2008

A VERDE E ROSA DE LUTO





A VERDE E ROSA VESTE LUTO: JAMELÃO PARTIU

Daqui por diante a Tradicional e Gloriosa Estação Primeira de Mangueira terá que acrescentar a cor negra nas suas lindas cores, VERDE E ROSA: "JAMELA" ou JAMELÃO, um dos seus símbolos maiores, "encantou-se", como diria Guimarães Rosa quando um amigo falecia. Ambos, Jamelão e o Guimarães que também tinha Rosa, devem estar batucando um dos milhares de sambas-enredo da nossa MANGA QUERIDA. Escola que nos "anos de chumbo" da ditadura, ajudou muitos artistas a fugirem disfarçados, envoltos na magia de suas cores. Interessante que a poderosa voz de Jamelão sempre se manteve forte e inalterada por todos esses anos em que ele "puxava" os seus sambas. Por falar em "puxar", esse termo sempre o aborrecia e se, por ventura, algum jornalista o chamava de "puxador", ele respondia na bucha:"- MEU FILHO, EU SOU CANTOR, "PUXADOR", SÓ DE CARRO!
E, com essa lembrança irônica do magnífico ARTISTA, encerro aqui essa sentida HOMENAGEM. Mestre Cartola e Dona Zica, como bons anfitriões que eram, já estão com
ELE!!!
***************************************************************************************
*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/*/

35 comentários:

VANUZA PANTALEÃO/OBRA LITERÁRIA disse...

Eu mesma, humildemente, faço questão de dar o meu "até breve" ao MESTRE JAMELA que me embalou desde a infância quando minha mãe o acompanhava na vitrola cantando:"...sei que sou folha morta/que a corrente transporta/oh, Deus!/como sou infelizzzzzz/. Bem, e agora temos mesmo motivo para nos sentirmos infelizes!!!

Rodrigo disse...

Mais um grande brasileiro que se despede de nós. Leva consigo também toda uma ilustre história brasileira de verdadeiro talento popular.Uma grande beijo!

CARIOCA disse...

Gata, eu tô passado...sou de uma geração de mangueirenses e eu nunca pensei que o velho Jamela fosse nos deixar um dia. Chorei, viu?Não tenho vergonha de confessar, muito pelo contrário, chorar por um artista popular e negro é uma honra para qualquer brasileiro, especialmente para um carioca. Vou guardar essa sua homenagem no fundo do meu coração. Te amo mais ainda, mesmo sem te conhecer!UM BEIJÃO.

A VOZ DA FLORESTA disse...

Quisera poder ficar aqui pela madrugada adentro só falando do Jamelão e de toda a nossa Mangueira, principalmente, dos seus projetos sociais. Quantas crianças e pessoas anônimas envolvidas! E o casal Zicartola? Que união perfeita...um dia, quero que fale somente deles, pode ser? " Mangueira, teu cenário é uma beleza que a natureza criou, ôoooooooo..."

A VOZ DA FLORESTA disse...

Desculpe voltar, mas a escolha dessas imagens é, simplesmente, EMOCIONANTE!

Sou brasileiro disse...

Vamos participar dessas homenagens em massa, meu povo! Aqui, a Mangueira, Jamelão e outros ícones da Cultura Brasileira, são os nossos verdadeiros representantes e não "os artistas" fabricados pela mídia.Tenho dito!

Coisas Minhas disse...

Quantas artesãs e artistas não trabalham o ano inteiro para ver sua escola brilhar?!!! Sou totalmente a favor das Escolas de Samba e dos seus grandes artistas das favelas. Acredito que todo o Brasil sofreu com a perda desse baluarte chamado Jamelão.Homem de grande caráter e voz super privilegiada. Se estivéssemos num país de primeiro mundo tudo seria diferente. Multidões iriam às ruas para prestar-lhe uma última homenagem. Onde está o verdadeiro Brasil?

Lucas do Realengo disse...

Onde está o verdadeiro brasil? Essa foi a pergunta da comentarista anterior. Eu não posso responder a essa pergunta, mas posso imaginar: o Brasil deve estar nas periferias violentas, nas favelas sem esgoto, no campo sem assistência, nos pobres casebres onde a fome e as doenças ainda campeiam, nos grotões onde as crianças ainda morrem de diarréia...mas a nossa cegueira é secular e insistimos num Brasil de mentira, da mídia, das novelas tolas, do consumismo desenfreado. Como Cazuza, ainda grito: BRASIL, MOSTRA A TUA CARA!

Lino da SERRINHA disse...

Certa feita, há muitos anos atrás, fui assistir a um desfile na sapucaí. Fiquei louca! Era o verde e rosa da mangueira misturado com o azul e branco da Portela. Foi o espetáculo mais fantástico que já vi. Essa é a nossa gente! Os passistas no asfalto, as mulatas esculturais na plenitude da sua sensualidade e o povo da arquibancada cantando seu samba!

Lino ou Lina disse...

Não é um espaço sem preconceito? Pois é, sou Lino ou Lina, como preferirem. Sou assumido, sou gay!

Anônimo disse...

Jamelão, Cartola, Emilinha, Clara Nunes,já estão consagrados pelo seu povo, o resto, não interessa!

Juju, a passista disse...

Jamelão viveu muito e nos deu sua ARTE que ficará para sempre!

Zequinha do tamborim disse...

O Mundo do Samba sempre se renova e muitos jamelões vão nascer para honrar a arte popular!

Ary disse...

Se Noel, Chico Buarque, Tom e Vinícius se renderam a esses artistas do povo...ah, que se danem os pseudo-intelectuais da classe média, que se explodam!

Ary da cuíca disse...

Se Noel, Chico Buarque, Tom e Vinícius se renderam a esses artistas do povo...ah, que se danem os pseudo-intelectuais da classe média, que se explodam!

Marcelino disse...

Pertenço à juventude da Manga e fui resgatado do crime por seus projetos e a ajuda de artistas como Alcione, a nossa Marron, por isso vim prestar minha simples homenagem ao nosso avôzinho Jamelão que está no céu verde e rosa.

Renatinha da Mangueira disse...

Minha gente, comentário é muito pouco, Jamelão já ultrapassou tudo isso, ele ficou para a posteridade!

Adriano disse...

Faço questão de completar os 20 comentários para alegrar os corações do mundo do samba e a alma do nossos sambistas que já se foram, mas deixaram suas obras IMORTAIS!

Adriano disse...

E o próximo carnaval vai chegar, vamos afiar os tamborins, moçada!

Adriano disse...

E por hoje é só, povo do samba, povo do Brasil! Com Deus e muita alegria no coração, vamos vencer e os sambistas do céu vão nos ajudar!

Marquinho disse...

Vejam bem a dignidade desse homem, até na foto, velhinho, com sua bengala, um exemplo para todos nós!

JADY ALVES disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Professor Fernando Farias disse...

A Mangueira sempre foi a Escola do governador Brizola que contruiu o Sambódromo ( e os CIEPS), é bom refrescar a memória das pessoas e foi a Mangueira que recebeu a visita do presidente Bill Clinton. A sua importância e a dos seus artistas tem uma grandiosa representação no cenário nacional.

Denilson, sociólogo disse...

Num país onde não se valoriza o talento das pessoas idosas, Jamelão foi uma exceção, uma vida cercada de carinho e sucesso mais que merecidos.

José Serrano disse...

Para mim, o país, o cenário cultural, em geral, está cada vez mais pobre. Lamentável!

Jurema de Madureira disse...

Um beijo, meu amigo Jamelão!

Só Eu&Você disse...

Acho que não vamos aguentar desfilar sem o Jamelão na Mangueira. Estamos muito tristes!

Leny disse...

Você já desfilou na Manga? Não? Então, não sabe o que perdeu!

Orlando Melo disse...

Mas o grande Jamelão não era um mero cantor de sambas de enredo, ele era um ótimo intérprete romântico. Quem não se lembra de "Matriz ou Flial"?

Um saudosista disse...

Hoje acordei me lembrando dos carnavais de outrora da Mangueira e me veio à lembrança, a figura da belíssima sambista GIGI DA MANGUEIRA. Por onde andará?

só um mangueirense disse...

*VISTA ASSIM DO ALTO*MAIS PARECE UM CÉU NO CHÃO*SEI LÁ*EM MANGUEIRA A POESIA*FEZ UM MAR*SE ALASTROU*E A BELEZA DESSE CÉU*PRA SE ENTENDER*TEM QUE SE ACHAR*QUE A VIDA NÃO É SÓ ISSO QUE SE VÊ*É UM POUCO MAIS*QUE OS OLHOS NÃO CONSEGUEM PERCEBER*QUE AS MÃOS NÃO OUSAM TOCAR*QUE OS PÉS RECUSAM PISAR*SEI LÁ*NÃO SEI*SEI LÁ*NÃO SEI NÃO*NÃO SEI SE TODA BELEZA DE QUE LHES FALO*SAI TÃO SOMENTE DO MEU CORAÇÃO*A MANGUEIRA É TÃO GRANDE*QUE NEM CABE EXPLICAÇÃO*SEI LÁ*NÃO SEI*SEI LÁ*NÃO SEI...(Hermínio Bello de Carvalho). Pra falar da Manga e do Jamela só cantando o mangueirense doente, HERMÍNIO.

Tiãozinho disse...

Não deixe o samba morrer!

Tita "I Love Jesus!" disse...

Jamelão cumpriu lindamente sua missão e foi mais que bem sucedido nisso. Sua conhecida aversão ao termo "puxador", tornou-se lendária,rss. Eu tinha muita simpatia e respeito por ele. Que os anjos o recebam, se possível ao som de uma bela canção. Beijos!

Carlos Diego Córdoba (PhD) disse...

Creo que cuando citastes a Dali y Picaso, mencioné que lo único revolucionario es el arte.
En la despedida al Mestre Jamela, mencionas como ayudó con su arte a los perseguidos por el poder de turno.

Y esto me llevó a recordar que dos argentinos aquerenciados en Brasil dieron vida a El beso de la mujer araña.

Nunca expuesto tan claro que el arte nos libera de las tiranías, como tu recuerdo del Guernica, mi querida Vanuza.

Si me autorizas quisiera postearlo en mi blog. Emociona que un artista popular no sólo con su arte sino con su acción ayude a los desamparados.

La historia me pareció extraordinaria, en la inmensidad humana de su simpleza, en lo inconmesurable de su ternura.

A VOZ DA FLORESTA disse...

A verde e rosa tem as cores das árvores e frutos.